Sobre o amor a dois

Vou falar sobre o amor entre duas pessoas.

Quando duas pessoas se sentem unidas, experimentam um sentimento de felicidade e então, o amor pode acontecer.

Bert Hellinger ensina como temos que encarar o amor para que ele possa se realizar.

Ele diz que uma boa solução é olhar para o parceiro com amor.

Tratando-o com amor, respeitando o seu destino. 

Considerando que o outro pode estar inserido em um emaranhamento, por isso, no relacionamento, ocorre conflitos, crises, brigas, e outras coisas mais complexas.

Mais quando temos essa consciência é possível resgatar o amor e manifestá-lo.

Quando adquirimos este olhar para os fatos que se desenrolam, vamos despertamos um nível de comprometimento e de amadurecimento na relação amorosa e os dois começam a ser capazes de olhar um para o outro com simpatia e empatia.

É muito comum um dos parceiros buscar ajuda, e quando os efeitos da constelação começa a aparecer, logo o outro segue para limpar suas questões familiares e ancestrais.

E uma boa solução sempre se apresenta.

Assim é possível olhar para uma solução em conjunto, com mais equanimidade, tratando com mais clareza os conflitos.

Bert diz que a curiosidade fere o amor e o desrespeita.

Diz também que uma atitude amorosa é quando podemos respeitar o espaço do outro e nesse espaço permitir que a Alma encontre seu caminho.

É importante dentro de um casamento que os parceiros se deem valor, procurem reconhecer no outro, algo da qual valorizam e procurem comunicar isso.

O reconhecimento é um dos nutrientes que alimenta a planta para que ela possa sobreviver aos intempéries da vida em comum. O Amor é como uma planta, temos que saber cuidar. E é um dos ingrediente do amor em ação.

O amor é um exercício de entrega constante, onde o desafio do medo precisa ser superado.

Ver o outro com amor, consideração, reconhecendo o lugar que ele ocupa na vida e permitindo ouvir de forma profunda o que ele tenta comunicar.

O que observo no exercício da prática terapêutica é a dificuldade que os casais possuem em se comunicar verdadeiramente.

A linguagem do amor é um idioma estranho em uma terra onde ninguém sabe onde fica, mais todos querem saber como chegar lá e deliciar-se do Oasis. Essa Terra é real é existe dentro de cada um de nós. 

Nossa humanidade está sempre em evolução, existem muitos caminhos nesse território interior, é preciso muita "inspiração" para encontrar o mapa que sinaliza a direção rumo ao tesouro do entendimento, do amor e da felicidade à dois. 

É nessa Jornada Interior que encontramos as chaves que abrem as possibilidades de se seguir adiante em busca da realização plena no amor. 

O Amor não é tão fácil como se pensa...ele está ali, mais as vezes totalmente inacessível!

O Amor é como um rio delicioso num dia ensolarado. O mistério do amor está exatamente no fato de não podemos pensar no amor, assim como o Rio, nem tão pouco explicá-lo, temos apenas que ter coragem e mergulhar fundo. Quanto mais fundo, melhor. 

O Amor é silêncio e ação.

É gestos, atitudes, intimidade, carinho, caricias, toque, contato, expressão, mais sobretudo é inspiração, é encontro, é sentir o momento certo. É uma arte.

A Amor tem uma linguagem própria e devemos aprendê-la, se quiser experimentar a felicidade plena.

Amar é um desafio que tem suas recompensas.

Cida Medeiros

2 comentários:

  1. Oi Cida!
    Adorei o texto!
    A falta de comunicação entre as pessoas é um grande problema não só no casamento, mas também em amizades, no trabalho... enfim, nas relações humanas. Quando será que vamos conseguir transmitir honestamente (e amorosamente) aquilo que pensamos?

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Oi Amanda,
    Grata por vir até aqui e por sua participação.
    É isso mesmo a falta de comunicação é o motivo das grandes guerras, dos conflitos e de todo sofrimento humano. Sinto que na medida que o Ser Humano conhece cada vez mais a si mesmo, principalmente o seu inconsciente e vence os mandatos culturais, ele vai crescendo em amor, quanto mais amor, mais empatia, mais compreensão e mais condições de união, que é tudo que o ser humano precisa e busca, comunicação profunda com amor e respeito. Um forte abraço! Cida Medeiros

    ResponderExcluir

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.