Mostrando postagens com marcador Movimento Espirito. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Movimento Espirito. Mostrar todas as postagens

Sobre Movimento do Espirito



Bert diz que todo o movimento vem de fora. Esse movimento não só é no inicio mais por toda uma vida.

O que nos adoece?

É pensar que estamos estagnados.

E não se colocar em sintonia com esse movimento e deixá-lo que nos leve adiante.

E ficar preso ao presente, ao passado e as ideias pré-concebidos que fazemos do futuro.

Bert diz que existe uma consciência nesse movimento que nos envolve e nos leva pela vida afora, e é algo vivo.



Bert diz também que esse movimento é pensado, e que entra na nossa vida assim como é.

O que quer dizer, que não existe nada que esse movimento não queira do jeito que é.

E por fim, Bert diz que esse movimento é o Movimento do Espirito, isto é, ele chama de Espirito.

Ele diz também que nada termina para este espirito...

Essa ideia que existe algo além que conduz nossas ações é também um pensamento hinduísta, muitas correntes orientais sugerem que não existe um "Eu" que decide nada, mas que somo conduzidos o tempo todo por um pensamento que estã alem de nossa compreensão.

Hermes Trismegisto, diz que tudo é Mente.

Alguns dizem da Mente e da Não Mente, e sugerem isso, como o Despertar.

O Desperto não está sujeito a Mente, portanto, não sofre.

Quem está na dimensão da Mente, sofre influencia das mais diversas dimensões dessa mente. Da mente mais grosseira e insensível a mente refinada e sutil.

As ordens do amor e as desordens do amor está para a maioria da humanidade. Ela ajuda a colocar ordem na nossa desordem interna.

As diferenciações que fazemos, só podemos fazer por estar encapsulados pela mente do detalhe.

A Mente que está em sintonia com a Grande Consciência vê a tudo e a todos como igual, com os mesmos direitos de pertencer.

Porém a Mente grosseira, arraigada de valores, de mentalidade e da cultura, arroga-se no direito de pertencer e dos diferentes o não pertencimento. Por isso, as guerras e as mortes.

Quem tem mais direitos e quem tem menos direitos de pertencer a vida? Simplesmente isso tem relação direta a ter mais consciência e menos consciência.

Quanto mais consciência mais sintonia com esse Movimento do Espirito que é mais abrangente, quanto menos consciência, mais discriminação, mais diferenciações, mais exclusões, mais separações, menos direitos e deveres justos e equânimes.

É aquele sujeito que se julga superior ao outro. Aquele povo, que se julga com mais direito do que aquele outro, ou aquela nação que se arroga superior aos demais e tenta com isso massacrar e dominar através da violência e da Guerra por exemplo.

Quanto mais consciência mais sentido de unidade, de igualdade, de cooperação e de crescimento.

Quem pode alcançar essa consciência maior?

Aqui se eu for fazer uma analogia com os sete princípios de Caibalion, diria, tudo é mente, mais temos também o principio da correspondência...estamos em sintonia com as diversas graduações dessa mente...

Quanto mais sutil, mais unidade, mais abrangência, mais sentido de coletividade e civilização.

Quanto menos sutil, mais egoismo, mais para mim, mais interesses mais destrutividade.

Para encerrar, se queres crescer...sintonize com a mente sutil, a mente de Deus, a mente que está no altíssimo, e peça para que te conduza para dentro dela. Assim, pelo poder da intensão, tu entraras em novas frequências, limparas o esgoto, o limbo, os detritos, aliviarás o peso da arrogância, da presunção, e do orgulho e caminharás, mais limpo em direção a mente de Deus e então, quem sabe despertarás e viverás uma vida de mais presença, de mais realização, amor e vida.

Enquanto isso, a Constelação ajuda a desmaranhar o caminho...te liberta, para viver com mais integridade, mais consciência, mais visão. Visão que somos um todo e que nos influenciamos mutualmente e essa influencia pode ser mais positiva ou negativa.

Cida Medeiros