Meu encontro com Bert e Sophie Hellinger, em São Paulo Julho de 2013


Esse ano, eu tive a honra de estar mais uma vez com Bert e Sophie Hellinger ao vivo e São Paulo, no Seminário de altíssimo nível.


Para mim, foi uma experiencia especial, visto que estava passando pela recente perda de minha mãe.

Aliás, confesso que participar desse Seminário tão especial fez a grande diferença para seguir com força os próximos passos.



Sim, pois minha mãe, partiu de forma muito violenta para todos nós, num inesperado acidente de transito, no dia 17 de julho e o seminário aconteceu 10 dias depois...

Ainda em choque, pude participar desse evento, e sair profundamente nutrida. Com uma confiança plena e absoluta que tudo está a serviço da Grande Alma (o Divino).

E aprendi...que tudo que nos escapa...e uma imensa oportunidade de entrarmos em contato com nossa pequenez e sentir a verdeira humildade.

Diante do insondável mistério da vida, existe o Destino que é está muito alem de nossa compreensão e entendimento.

Eu tinha que fazer uma escolha:

Escolher a vida ou escolher a morte.

A vida é o amor, a aceitação plena e absoluta da vontade de Deus.

Reconhecer a nossa nulidade diante do todo.

A morte é dizer não a tudo isso...não aceitar...

Eu escolhi a vida, entreguei-me ao fluxo, com a confiança profunda nos desígnios Divino.

Isto é, aceitei a vida, aceitei o destino, aceitei a vontade de Deus, aceitei a perda e a dor da perda, e por um mistério inexorável, aquele vazio, aquela lacuna, foi preenchido por amor.

Comecei a sentir minha mãe viva dentro do meu coração. Não sentia mais separação. Sentia-me conectada.

Sentia um preenchimento interno e muita força, e ainda sinto.

Recebi muito apoio de muita gente, especialmente do Movimento da Unidade, dos Servidores da Luz, dos famíliares e tantos outros.

E reconheço que no todo, todos fazem partem e possuem seu toque único e especial.

O que nos conduz com força para o próximo passo.

Sou profundamente grata por ter participado desse seminário.

De ser parte do Hellinger Sciencia.

De facilitar as Constelações Sistêmicas.

Nessa hora, essa formação, estar em sintonia com esse Campo de Conhecimento, de ser parte do Hellinger Science, permitiram um compreensão das Ordens do Amor de forma a ser muito útil num momento tão difícil como esse. Somou positivamente.

Mãe, mil vezes irei lhe dizer: - Te Amo.

Bert e Sophie, minha eterna gratidão e honra.

Mãe, que minhas palavras caminhem por entre os espaços vazios do éter e chegue aonde quer que a senhora possa estar nesse momento.

Dentro ou fora...

Fora ou dentro...

Em cima ou ao lado.

Mais profundamente dentro do meu coração!

Você foi, e foi comprida uma ordem natural do amor, dentro de um destino que estava reservado a todos nós, eu fico.

Em sua homenagem, farei algo de bom com minha vida.

Farei algo de bom à vida.

Ao Ser Humano.

Gratidão por tudo, recebi muito de você e passo adiante.

Assim como recebi muito de Bert, através do seu conhecimento e sabedoria.

E agora, também de Sophie Hellinger, com seu espetacular talento e sabedoria.

Estive bem pertinho de ambos, olho no olho, sentindo a grandeza daquele encontro, na reunião do Hellinger Science.

Em pensar que por muito tempo estive em conexão apenas através do estudo de suas obras, dos artigos que gostava de escrever, dos Mestres que estiveram diretamente com seu trabalho e que foi um longo percurso até chegar e estar tão perto, tão ao vivo, tão dentro, tão em sintonia!!!!

Gratidão Infinita!

Teria muitas coisas a mais pra falar sobre esse evento maravilhoso, do encontro com tanta gente querida, tantos colegas de jornada, tantos aprendizados, tantas curas, saímos de lá, plenamente preenchidos e isso não tem preço.

 Por isso mais uma vez, minha gratidão à tudo que me conduziu a esse momento.

Com Amor

Cida Medeiros

.










Ditadura do Bom


Gostei desse texto que foi extraído da Folha em 1999, de Nilton Bonder, 41, que é engenheiro mecânico pela Universidade de Columbia (EUA) e doutor em literatura hebraica pelo Jewish Theological Seminary, é rabino da Congregação Judaica do Brasil.
Vale a pena ler.
Cida Medeiros

"Num mundo só bom não há espaço para o humano"

A ditadura do bom

NILTON BONDER

A ameaça que paira sobre o ser humano é tão grande para o "humano" como o é para o "ser".
No entanto, dedicamos maior atenção ao "ser", ameaçado por poluição, superpopulação e pobreza, do que ao
"humano", ameaçado pela indiferença e pelo desejo de controle e previsibilidade.

Um dos pilares da ética e do humanismo no Ocidente é a frase bíblica "ama teu próximo como a ti mesmo". Central para o monoteísmo ético-judaico fundadora para o cristianismo, destacada por Jesus e Akiba e traduzida popularmente por Hilel como "não faça aos outros o que não queres que façam a ti", essa frase é a origem do direito e das conquistas de cidadania que se consagraram no Ocidente.

Para Manifestar

1. Lei da Atração Magnética

Atraímos a nós o que desejamos. Atraímos também o que consideramos indesejável - se nos concentrarmos nisso.
Se nos concentrarmos em doença, manifestaremos mais doença. Se nos concentrarmos em pobreza, manifestaremos mais pobreza. Se nos concentrarmos na falta de amor em nossas vidas, manifestaremos apenas mais carência.
É impossível criar amor quando nos concentramos no medo. É impossível criar prosperidade quando nos concentramos na pobreza. Trata-se da lei da atração.

2. Lei da Manifestação Criativa

Agora que entendem a lei número um, invoquem a lei número dois. Concentrem-se intencionalmente no que desejam; evitem se concentrar no que consideram indesejável em sua vida.
Se estiverem numa sala onde houver outras pessoas entretidas numa conversa sobre algo que consideram indesejável em sua vida, educadamente se desculpem e vão embora. Permanecer
nessa energia apenas atrairá mais dela para sua vida.

3. Lei da Permissão

A lei mais difícil de todas. Ponham seus pensamentos na consciência universal fortalecidos pelo desejo. Então, retirem-se e permitam que o universo os manifestem para vocês.

Se vocês tiverem esperança, não estarão permitindo.

Se tiverem expectativas, não estarão permitindo.

Nossa, é só isso ? é só sair do caminho e permitir ?

Quanto mais esperarem, mais tiverem esperança, mais tentarão manipular ou controlar, então mais atrapalharão e retardarão a manifestação de seus desejos.

A lei da "permissão" significa simplesmente isso: permitir.

Lembrem-se, tudo na criação é energia.

Todos os pensamentos por vocês pensados apresentam uma freqüência. Cada sílaba, palavra ou forma-pensamento por vocês invocada tem seus próprios conjuntos de freqüências que ressoam por todo seu universo.

Quando vocês se concentram no amor , freqüências de alegria, harmonia e paz
ressoam por todo seu universo.

Quando se concentram no medo, freqüências de raiva, depressão e caos
são as mensagens recebidas por seu universo.
Rich Work

Representantes na Constelação Familiar




Bert Hellinger fala sobre o "Representante e o Representado".
México 2004

Concepção e Aborto



Bem interessante essa visão de Trigueirinho sobre o aborto e a concepção.
Cida Medeiros


"A lei única é a lei do Amor" (Trigueirinho)

Essa palestra faz parte do CD Conversas com Trigueirinho nº 285, de 02 de março 2005.

José Trigueirinho Netto, filósofo espiritualista, caminha com equilíbrio numa linha tênue entre os mundos internos e o externo.

Como um ser que se antecipa à sua época, Trigueirinho abre estimulantes possibilidades aos que aspiram a uma vida mais ampla.

Mais sobre TRIGUEIRINHO:
http://www.irdin.org.br/trigueirinho/...

Sabedoria


Sabedoria não é o acúmulo de fatos, números e informações – é uma transformação do seu espaço interior.

Estamos vivendo fora de nós mesmos e, portanto, nosso mundo interior permanece obscuro.

Se nos voltarmos pára dentro, se nossa atenção começar a se concentrar no interior, então cria-se a luz.

Temos tudo que é necessário para criar a luz: trata-se apenas da necesstidade de um rearranjo.

... É desse modo que o ser humano existe: temos tudo que é necessário, a existência proporcionou tudo.

Chegamos totalmente prontos para viver nossa vida em um plano ótimo, porém vivemos em um nível mínimo pela simples razão de nunca rearranjarmos as coisas...

É perfeitamente bom ver os outros, mas você tem que ver a si próprio, primeiro tem que ser você mesmo.

Desse ponto privilegiado, desse estado centralizado, você pode olhar os outros e isso lhe dera uma qualidade totalmente diferente.

Portanto a atenção deve se voltar para o interior.

É disso que se trata a autodescoberta – um giro de 180º de nossa atenção, de nossa conscientização.

E onde focalizamos nossa conscientização, o espaço torna-se iluminado...

A pessoa que pode cuidar de seu mundo interior facilmente é capaz de cuidar do mundo exterior.

Sabedoria significa autoconhecimento e conhecer-se é o início de todos os demais conhecimentos.

Depois o círculo de sua luz pode continuar se ampliando: ele pode tornar-se cada vez mais abrangente.

Surge o momento em que sua sabedoria abrange tudo, passa a abarcar tudo.

Quando uma pessoa sente que nada deixa de estar presente, nada está faltando, ela encontrou o caminho certo.

Extraído do Livro “Osho – Meditação para pessoas ocupadas”

Abrir o Coração


Toda pessoa pode ser um instrumento de abertura de percepção e aprendizado.

Se você colocar-se diante das pessoas e circunstâncias perguntando-se:

- O que eu estou aprendendo com isso?

Internamente seu foco muda. 

 Será um grande exercício de crescimento interior.

Abrir o coração é muito importante.

Essa é uma das possíveis maneiras de se fazer isso 

Cida Medeiros


Movimento Interrompido




Bert Hellinger fala sobre o seu conceito de Movimento Interrompido.
Seminário na Itália - Tradução Eva Jacinto

Ho'oponopono


Ho'oponopono é uma técnica difundida por Ihaleakala Hew Len, um hawaiano.



Esta técnica é dos Kahunas, xamãs havaianos e consiste em fazer com que nossa 
mente chegue ao limite zero.


O Limite Zero é o sistema secreto havaiano para a saúde, bem estar, paz e outras coisas mais.

Consiste em pronunciar o Ho'oponopono cada vez que nos sentimos presos a uma situação indesejada, na hora de resolver um problema ou mesmo fazer uma limpeza de ambientes ou pessoas. Eu tenho praticado este sistema e confesso que me sinto bem melhor.



Ihaleakala Hew Len também fala para que usemos a frase: "I love U, I'm Sorry, Please Forgive Me, Thank U" ( Eu te amo, eu me desculpo, por favor perdoe-me, obrigada ) para as pessoas que nos magoam, para as situações negativas ou quando queremos mudar alguma coisa. Ao usar esta frase nos nossos rituais, ao falar isto para o Divino, Grande Criador e Wanka Tanka estamos automaticamente falando para nós mesmos e estamos automaticamente nos perdoando e nos limpando.

Para os que tiverem + interesse sobre  técnica kahuna do Ho'oponopono, eu aconselho a ler o livro Zero limits - The Secret Hawaiian Susytem for Wealth, Health, Peace and More de Joe Vitale e Ihaleakala Hwe Len, Phd e acessar o site


Esta é uma maneira de fazermos o bem para o Planeta, para o Universo, para os próximos e principalmente para nós mesmos.

Xamanismo Nativo não se resume apenas em rituais ou afins, mas implica na melhor conexão que podemos ter com todo o Universo, todos os reinos e pessoas e o Ho'oponopo é uma das técnicas em como usar esta conexão.

Usando a frase "Eu te amo, eu me desculpo, por favor perdoe-me, obrigada" estamos cada vez + conectados com o Amor Incondicional, o Perdão e a Gratidão.....chave para qualquer um que queira ou que está trilhando o Caminho Vermelho.

Saudações xamânicas e Ho'oponopono.

Lindos Casos de Chico Xavier


Sinopse:

Ramiro Gama, em suas constantes visitas ao medianeiro, efetuou um minucioso trabalho de pesquisa, pondo em relevo a excepcional personalidade de Chico Xavier. Esta obra contém 170 casos, muitos deles contados pelo próprio médium, relativos ao período de sua infância. Outros foram obtidos por amigos comuns e produtos de uma incessante busca da verdade. Em todos os casos, porém, fica a marca indelével de um espírito à frente de seu tempo, deixando-nos o maior exemplo de todos: o amor ao próximo como a si mesmo.


Título: Lindos casos de Chico Xavier
Autor: Ramiro Gama 
Editora: Lake
Ano: 1966

Poderá baixar gratuitamente o e-book no seguinte link:


Se preferir poderá adquirir em DVD

Ou adquirir um exemplar em