Mostrando postagens com marcador Ordens do Amor. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ordens do Amor. Mostrar todas as postagens

Quem pertence a Família ?

Pertence a Família:

. Os bisavós, os avós, os pais e filhos.

. Os irmãos e meio-irmãos.

. Os que não nasceram, isto é, os abortos naturais e provocados.

. Os que morrerram em acidentes.

. Os esquecidos ou excluídos.

. Relacionamentos Importantes com companheiros anteriores.


Vinculos


A seguir, algumas palavras sobre as necessidades a serem observadas e incluídas em nossa consciência para o melhor entendimento dos relacionamentos.


"O primeiro vínculo de uma pessoa tem precedência sobre o segundo, independentemente da qualidade da primeira ligação. Isso significa que o segundo vínculo prende menos que o primeiro.

A profundidade do vínculo vai, portanto, diminuindo de relação em relação. Entretanto, vínculo não significa amor. Pode acontecer que num segundo relacionamento o amor seja maior, apesar de ser menor o vínculo.

A profundidade de uma ligação pode ser avaliada pelo peso da culpa que se sente ao... desprender-se.

Ao desprender-se de uma segunda ligação, sente-se uma culpa menor do que da primeira; não obstante, o segundo sistema tem precedência sobre o primeiro."
- Bert Hellinger

Reflexões "Ordens do Amor"

Clique na Imagem para ampliá-la

As Ordens do Amor, são leis da natureza, que regem o bom funcionamento dos sistemas, especialmente o sistema famíliar, e conduz cada individuo a ocupar seu lugar de força.

E quem está em harmonia com sua família de origem, fica em paz consigo mesmo.

Quem desatou os nós dos antigos relacionamento pode sentir-se mais pleno.

Sintomas como depressões, apatia, inseguranças, sensação de desorganização interna e muito outros, podem ser trabalhados na Constelação Familiar.

Violência dos filhos em relação aos pais e mesmo os pais em relação aos filhos,  podem ser tratados com esse método terapêutico. Isso suaviza os traumas e confere as pessoas uma oportunidade de superação.

Essas questões e muitas outras, quando são Constelados, revelam as dinâmicas desorganizadas do sistema.

Esse trabalho, antes de orientar pessoas quanto a importância das Ordens do Amor é uma oportunidade de organizar as Constelações Arquetípicas do Sistema Familiar.

É uma vivência que toca forças internas do individuo.

Quando esta tudo emaranhado  os filhos ficam perdidos, os pais se sentem sem força e impotentes. E muito sofrimento abraça o lar. Em muitos casos, lares desfeitos, famílias desestruturadas recebem muitos benefícios com esse trabalho.

Mães que tiveram muitas uniões e geraram muitos filhos ou mesmo abortos de maridos diferentes, conseguem aliviar problemas profundos de dentro de si, liberar as confusões em seus relacionamentos com os filhos e muito mais.

As ordens do amor, trabalha em um nível muito profundo de cura e reconexão com os pais e com os antepassados.

As vezes, uniões que não deram certo, mais que geraram um filho, causam problema posterior. O filho acaba sempre sofrendo as consequências dessas desarmonias e fica sentindo-se perdido de suas raizes, refletindo em sua vida, muitas vezes no campo profissional. Por isso, quando constelamos esse problema a criança pode restabelecer algo do seu passado. Quando ele s encontra com o Passado, recebe o que lhe falta e assim pode seguir adiante. Reconciliado.

Reconectando-se com sua história familiar a pessoa reconecta com seus ancestrais, e isso é fundamental para sua vida.

É uma vivência que estabelece as "Ordens do Amor", e reconecta com a força positiva dos antepassados.

Todos os pais que possuem muitos filhos de uniões diferentes, deveriam buscar ajuda com o trabalho de Constelação Familiar.

Quem não conhece o Sistema poderá participar e depois constelar. Exceto quando a pessoa já tem uma orientação de alguém que já fez e que já passou as informações básicas e a pessoa já se sente segura ou tem indicação do Terapeuta, então, poderá fazer sua Constelação sem antes participar das vivências. Existem outras exceções, por isso entre em contato com o Terapeuta para orientar-se.

Eu como profissional da Área de Saúde emocional a mais de 20 anos, também me coloco disponível como Terapeuta, assim a pessoa poderá contar com os atendimentos individual e complementar caso necessite.

Cida Medeiros



O Segredo para o Amor dar Certo por Joan Garriga.

Entrevista com Joan Garriga, autor do livro ""El buen amor en la pareja", que trata do tema de amor,  "o bom amor", na rtve.es, programa Para Todos La 2, Corporación de Radio y Televisión Española 2013.

Gostei muito desse video, Joan Garriga fala sobre o bom amor e o amor que não é bom, sobre a perspectiva das Constelações Familiares, ele diz:

"Reconhecemos que é um bom amor, quando conduz à felicidade, expansão e a nutrição."

A entrevista inteira é completa de ensinamentos, Joan Garriga, segue as "Ordens do Amor", que são leis que regem os sistemas e permitem que eles funcionem adequadamente. Ele diz o seguinte:

"A pessoa que não consegue aterrizar totalmente ao lado de outra pessoa, apesar de amar, pode estar ainda conectadas ou presa à mãe, implicadas à familia de origem ou mantem-se presos aos seus relacionamentos anteriores. Por isso, não basta amar, é preciso uma ordem..."

Chamamos de "Ordens do Amor" a tecnica que permite esse liberação.

Assim fuciona as Cosntelações Familiares, permitindo restabelecer as Ordens do Amor, para que o Amor possa fluir de maneira a permitir novos vinculos.

Nas Ordens do Amor, quando Constelamos, percebemos que quando todos os membros de uma familia ou de um sistema tem seu lugar, ou melhor, pode ocupar seu lugar, todos ficam em paz. Isso reverbera e traz força.

Joan Garriga lembra bem, que um relacionamento só pode dar certo entre adultos, despedir-se da infancia é o caminho do Bom Amor.

Vale a pena ver essa entrevista.

Site de Joan Garriga

Cida Medeiros