Prazer e Dor






"Prazer ou dor são apenas aspectos da mente. Nossa natureza essencial é a felicidade. Mas nós nos esquecemos do Ser e passamos a imaginar que o corpo ou a mente são o Ser. É essa errônea identificação que dá origem a todo o sofrimento."
Ramana Maharshi

Novidades com Cida Medeiros


Querido leitor,
Mudanças à caminho...
Novidades...
Constelação Familiar com Cida Medeiros agora toda a terça-feira no Instituto Paz Geia.
E toda a quarta-feira no Espaço Vida.
Esse mês, a convite do meu querido amigo Paulo Sergio Oliverah,(Comunicador de grande sucesso da Radio Mundial) estaremos juntos numa auspiciosa e luminosa parceria onde estarei conduzido algumas Constelações Familiares e no final teremos o trabalho dirigido por ele com Deeksha e Cura Ancestral, o grupo já está lotado,
será dia 29/11/14 em Alphavile, mais vale a pena partilhar aqui na Web.

Bom... muitas coisas pra contar, mais ainda com pouca disponibilidade para partilhar aqui no meu Blog.


Fica então meu abraço à você que veio ate aqui!!!
Com Amor
Cida Medeiros 



O Amor Profundo Pelos Pais


Segundo Bert Hellinger, estamos ligados às nossas famílias por uma amor muito profundo. Por este amor as crianças estão prontas a sacrificar tudo. Se soubéssemos isto, compreenderíamos as crianças. Elas até estão prontas a sacrificar as suas vidas se pensarem que vão ajudar os pais com isso.


Observamos isso manifestar-se nas Dinâmicas Ocultas do Amor, com processos em que a pessoa esta identificada com os pais de forma negativa, ou como Bert Hellinger, um amor cego.

De fato, observamos isso nas Constelações, elas querem ser como os seus pais. Esta é a razão porque podemos observar que em certos sistemas sociais, digamos classes sociais, aqueles da classe mais baixa não a querem deixar, porque não ousam fazer melhor do que os seus pais.

Isso é muito comum acontecer, então a pessoa recusa ajuda, ou recusa melhorar sua condição, faz algo que a mantem num padrão ruim, mesmo tendo um potencial superior, enfim, isso acontece mesmo.

Podemos ver que numa sociedade onde há oportunidades iguais para todos, aqueles da classe mais baixa, frequentemente não aproveitam as oportunidades por amor aos seus pais. Não ousam estar acima dos pais.

Uma alternativa que Bert sugere, é o seguinte:

Só o farão com a concordância deles, por exemplo se disserem aos pais: «Se fizer melhor que tu, provarei a todos como tu és bomAssim, por amor aos seus pais a criança pode fazer isto. Mas se alguém diz: «Vou provar que sou melhor que tu.» irá falhar pouco tempo depois, porque a criança dentro dele não pode tolerar ser melhor que os pais."

Texto de Bert Hellinger com alterações de Cida Medeiros