Bem Vindo ao Meu Blog Blog's Cida Medeiros: Março 2009

100 Horas de Astronomia

Esse evento gratuito acontece na Cidade Universitária.

 Quem quiser observar o céu poderá utilizar equipamentos portáteis
 instalados no estacionamento interno do IAG/USP. Nos dias 2 e 3 de
 abril, o instituto abrirá as portas, entre às 19h e 23h, para o
"Observando o Céu", que faz parte do evento mundial 100 Horas de
 Astronomia.
 A entrada é gratuita e aberta ao público. Em caso de mau tempo, o
 Instituto oferecerá palestras sobre temas variados de astronomia. O
 IAG fica na Rua do Matão, 1226, Cidade Universitária, São Paulo.

 Fonte:
 http://www.universia.com.br/noticia/materia_dentrodocampus.jsp?not=48054

02 a 05 de Abril de 2009

100 horas de Astronomia

100 horas de Astronomia será o maior evento mundial de divulgação da Astronomia já organizado até hoje em toda a história da humanidade. Um dos objetivos principais do evento 100H é dar oportunidade ao maior número de pessoas, pela primeira vez em suas vidas, de observar o céu por meio de um telescópio, tal como fez Galileu há 400 anos atrás.
O início ocorrerá no dia 02 de Abril, terminando 100 horas depois, no dia 05. Esse período será especialmente favorável para a observação de Saturno e da Lua. Todas as entidades astronomônicas envolvidas ativamente com o Ano Internacioinal da Astronomia estão convidadas a participar ativamente do evento.
O Sputnik vai dar a sua contribuição. Eis as nossas atividades programadas:
02 de Abril: Exibição do filme "Eyes on the Skies" no Auditório 2 do Instituto de Física da USP às 16 hrs. Às 19 hrs haverá observação do céu com a montagem de telescópios na Praça do Relógio. Eventos abertos a todo o público.
03 de Abril: Atividade na Escola Amorim Lima e no Observatório Abraão de Moraes em Valinhos
04 de Abril: Atividade no Observatório Abraão de Moraes em Valinhos
Para saber mais sobre o evento consulte www.100hoursofastronomy.org ou www.astronomia2009.org.br para os eventos nacionais.

O que é mais importante


Exercício para entrar em  contato com suas prioridades essenciais de vida e despertar sua consciência para importância do que é essencial.

Escreva em um papel uma lista de coisas que faria caso alguma autoridade lhe dissesse que você só têm um ano de vida.

Reflita:

O que estas coisas que você relacionou lhe sugerem?

Quais as que você considera realmente importante em sua vida?

O que você já pode começar a fazer?

Quais as emoções que surgem com essa reflexão?

O que você entra em contato?

Reflita.

Cida Medeiros




Vivência Xamânica


Sitio "Olho D'agua" onde foi realizado a vivência "Celebrando o Equinócio de Outono e a Entrada do Ano Astrologico" Cerimonia de Desapego, Confiança e Crescimento"



Essa lareira...Tudo de bom!


Um momento de muita beleza.

Cerimônia de Integração da Criança Interior.

Ser Cuidado e Cuidar.

Entrega, Acolhimento e Amor.

Essa foi umas das vivências realizada nesse encontro maravilhoso.









Enquanto isso, contruindo a Sauna





Celebrando a Alegria.

Soltando as amarras.

Liberando a criança interior.









Essa turma é maravilhosa. Esperando o lanchinho ser colocado na mesa. Só alegria.




Vivência da Máscara Xamânica

O Despertar

Ritual conduzido pela Carla Nicolini, com muita beleza, harmonia e de uma riqueza sem igual.

Essa máscara criou vida. Simplesmente Lindo! Sem palavras!











Vivência do desapego.

Cada um partilhou sua experiência de desapego, dificuldades e superação.

Muito rico.







Nosso querido Rafael que é Engenheiro Ambiental, ensinou o significado da Permacultura e toda a filosofia do Sitio Olho D'agua.

Construi com o Leo a sauna sagrada, que ficou linda, feita com amor e esmero.

Simplicidade, entrega, amor e harmonia. Presença que nós ensinou.
Um instrutor silencioso na arte de viver em comunidade e em parceria.



Leonardo, Engenheiro Ambiental, cuidou da construção da Sauna junto com
Rafael e ficou no suporte para que tudo ocorresse bem na vivência.
Qualidade amorosa de presença, consciencia e amor.
Valeu Leo!

Aloha!






Carla Nicoline num momento lindo de conexão com o Fogo, na cerimônia que antecedeu a Sauna.














Esse fogueira estava linda, numa noite de Equinócio de Outono, celebrando a entrada do sol em Aries e o inicio do outono, numa noite espetacular.











Um momento cheio de magia.
Só vivendo.
Sem palavras!




















Essa vivência, foi muito especial, principalmente pelas pessoas que participaram.
Houve entrega, compromisso e muito trabalho interno.
Apesar dos desafios, pois a limpeza foi profunda e intensa, valeu pelos resultados.
No fim, todos saimos muito bem, revitalizados, renascidos e felizes.
Finalizamos o encontro por volta das 20 do domingo, partilhando um lanche natural, feito pelas mãos maravilhosas do grupo que ficou na cozinha. Que por serem alinhados com o propósito da alimentação natural, as refeições foram saudáveis, ricas e deliciosas.
Enceramos a jornada alimentados, rimos e brincamos muito no final. Super legal.
Uma experiência para mim extremamente gratificante.
Os trabalhos fluiram a semelhança da Natureza e em profunda sintonia com a mesma!
Valeu! A tudo e a todos!
Cida Medeiros
Aloha!

Quando queremos saber exatamente.

Essa é uma estória muito interessante, vale a pena ler, porque ela fala que as certezas exatas não podem caminhar junto com aquilo que é da ordem do inefável, do divino, do milagre ou mesmo da transcendência, ou da transfiguração, caminhar com fé e confiança, pode ser uma forma de atingir "algo" que parece inacessível. É o quanto a mente cartesiana, dogmática e materialista não pode experimentar e se maravilhar com o novo, ou algo que vem de outros planos de consciência. As vezes, só a absoluta entrega e uma certa inocência podem nos fazer atingir a transcendência ou mesmo alcançar o milagre, enquanto que a desconfiança faz com que busquemos informações que só fazem confundir e super lotar a nossa mente, inviabilizando a beleza do inédito, em função das imagens que internalizamos a partir do momento que não sabemos por limites. Saber o tempo de parar e sentir que é o suficiente é um grande aprendizado, em tudo na vida. É de se pensar e refletir. Cida Medeiros


A estória de alguém que queria saber exatamente

Havia um homem que perdera a sua mulher. Ele não tinha trabalho e não podia sustentar os seus filhos. Então um amigo lhe disse: "Nas redondezas existe um eremita que sabe como transformar pedras em ouro. Talvez ele o ajude!".

O homem disse a si mesmo: "Essa é uma boa idéia". Pôs-se a caminho, procurou o eremita e o encontrou numa caverna.

Assim que o viu, perguntou-lhe: "É verdade que você sabe como transformar pedras em ouro?"

"Sim, eu sei."

"E você me revelaria o segredo?"

"Sim, e o faço com prazer. Na próxima lua cheia você vai ao segundo vale a partir daqui - depois de amanhã já é lua cheia - e lá junte pedregulhos grandes e um pouco de madeira." Em seguida, o eremita desapareceu por um momento na caverna, mas logo voltou com algo na mão e prosseguiu: "Então você pega esse frasco com seis ervas e, uma hora antes da meia-noite, coloca-as sobre a madeira e acende o fogo. Uma hora mais tarde, pouco antes da meia-noite, portanto, as pedras estarão transformadas em ouro".

O homem agradeceu ao eremita e tomou o caminho de casa. Entretanto, quando já havia andado por algum tempo, começou a ter dúvidas: "Isso não pode ser tudo. Deve faltar alguma coisa!" Deu meia-volta, e quando chegou ao eremita, disse:"Andei refletindo. Isso não pode ser tudo. Com certeza falta alguma coisa que você não me revelou."

"Sim", disse o eremita, "é que durante a hora em que o fogo estiver ardendo, você não deve pensar num urso branco!"


(Esta estória foi retirada do livro Para que o amor dê certo, Ed. Cultrix, 2001, sobre o trabalho terapêutico de Bert Hellinger)

O Tao da Etica Zen


Pausa pra Meditação:

"Sugestão para uma Prática (profissional) Zen:

1) Simplicidade: Sua vida pode ser complexa, mas sua prática pode ser simples.

2) Regularidade (Constância): Sua prática requer que você estude e pratique diariamente. Chova ou faça sol.

3) Solenidade: Seu engajamento na prática (exercício profissional) é porque ela é importante prá você como o ar que você respira, não porque é seu ganha-pão, mas porque sua carreira é significativa e recheada de sérias intenções.

4) Honestidade: Sua prática inspira mudança e confiança por causa do seu nível de honestidade e sinceridade.

5) Auto-direção: Você guia a si próprio e a sua prática pela responsabilidade e por seguir com o coração aberto e senso de direção. Quando você não sabe o que fazer, honestamente você busca por soluções, e não desculpas.

6) Intensidade na Medida Certa: Sua paixão por sua arte e ciência tranparence através da medida certa de sua dedicação e entusiasmo.

7) Presença: Você causa a impressão certa quando você está presente 100% no aqui e agora em sua prática.

8) Cerimonia: Você age de uma forma cerimoniosa, com respeito, não misticamente, mas mesmo assim, como um ritual que distingue o cotidiano.

9) Alegria: Sua prática deve lhe trazer um senso de alegria, um senso de orgulho em honrar seu compromisso.

10) Disciplina: Este é o verdadeiro músculo de sua prática. Um ato de clara intenção que você pratica a cada minuto.

11) Auto-confiança: Você precisa confiar em seu conhecimento e prática, mas não de um forma narcisistica, egoístico ou grandiosa, apenas sem medo de falhar.

12) Primazia: Muitas coisas na vida são importantes, mas poucas requerem a atenção e o trabalho de auxiliar o próximo, dando atenção integral ao aqui e agora."

(Tradução de texto do Dr. Eric Maisel e Dra. Susan Raeburn - "Criatividade e Prática")

Reflexões sobre as escolhas

Será que a gente escolhe o que quer na vida ou a vida escolhe o que quer de nós?

Podemos ter a intenção de tecer horizontes, podemos ter todas as intenções possíveis e até as mais impossíveis.

Mas existe algo muito além, as vezes até incompreensível, que nos dá uma certa permissão para alcançar planos, objetivos e realizações.

A vida tem limites das quais temos que aceitar.

Resolução de Conflitos pela Huna

Bem-vindo Subconsciente - Graças ao Ho´oponopono

Por Jens Weskott: http://hopurl.com/47838

Como todo conhecimento, a Sabedoria Huna evoluiu e incorporou mudanças. Entre outras coisas, isso vale para a tradicional técnica de resolução de conflitos Ho'oponopono. A veneranda kahuna Morrnah Simeona, que lecionou na Universidade de Havaí, concentrou-se nos conflitos interiores das pessoas. Colocou o foco no papel relevante do subconsciente e seu contato - através do Supraconsciente - com a Divindade.

Acima dos três níveis da mente - subconsciente (unihipili), consciente (uhane) e Supraconsciente (Aumakua) - reafirmou a presença e a ação da Divindade na condução de uma vida harmoniosa. Enquanto à vontade, ao ego e ao longamente enaltecido consciente era retirado seu papel de controlador.

Revolução? Não, evolução em direção a uma psicologia espiritual diferente. Antes de falecer em 1982, Morrnah deu cursos e apresentou sua psicologia nas Nações Unidas. A fundação por ela criada está hoje a cargo de Ihaleakala Hew Len, Ph.D., formado em psicologia pela Universidade de Lowa.

O ponto de partida é a constatação que nosso subconsciente está sobrecarregado por memórias repetitivas, um processo que segundo Morrnah já começou muitas gerações atrás e causa os problemas pessoais atuais. Limpar - e transmutar - tais memórias é uma tarefa que o consciente pode pedir à Divindade, a fim de voltar ao 'estado zero´ou 'vazio' do subconsciente.

É próprio do subconsciente que esse 'vazio' pode ser ocupado seja por memórias ou por inspiração. Paralelamente à nova visão do subconsciente, há uma reavaliação da mente consciente. O Dr. Len o diz assim: "Sua mente consciente tenta entender tudo. Mas ela somente percebe 15 bites de informação enquanto há 15 milhões de bites circulando em cada instante. Sua mente consciente não tem nem idéia do que realmente está acontecendo".

O intelecto, a mente consciente, acredita ser o solucionador de problemas. No livro 'A Ilusão de Quem Usa: Reduzindo o tamanho da Consciência', o jornalista científico Tor Norretranders traça uma imagem diferente da consciência. Cita estudos e pesquisas, particularmente do prof. Benjamin Libet, da Universidade da Califórnia em São Francisco, revelando que as decisões são tomadas antes que a consciência as faça. E que o intelecto não é ciente disso, acreditando ser é apenas ele que decide.

Nas palavras do Dr. Len, a mente consciente não tem o controle sobre o que é experimentado. Inspiração e memória ditam o que a mente consciente experimenta. Insiste, então, em pedir à Divindade sem parar para transmutar as memórias. E cita exemplos ilustres: transmutar ao vazio (Budha), ao limpo (Shakespeare), à pureza (Jesus) e ao silêncio (Goethe). Segundo ele, essa é nossa única tarefa. Não é preciso fazer mais nada além de limpar, apagar, apagar.
"Busque primeiro o Reino (o vazio/limpo/ pureza/ silêncio) e o tudo restante (Inspiração) será acrescentado automaticamente."
Essa psicologia transformadora vem do mesmo Havaí que abrigou gerações de xamãs kahunas agindo em segredo. Mas, quão diferente é a versão atual! Houve uma mudança radical desde suas remotas origens até os nossos dias. O subconsciente, tão execrado por Freud e seus fiéis sucessores, virou um membro nobre da casa humana! Sim, é ele que comanda o semáforo. Deixa abrir a caixa de memórias a fim de que seja, simbolicamente, limpa. O consciente pode continuar achando que é ele quem toma as decisões. Mera ilusão. Sujeito a enganos, ele deixa de ser confiável.

Surge aqui um novo ser humano, desprendido, purificado, renovado, à espera de ser plasmado pela Divindade de iluminação ou, nos termos do novo Ho'oponopono de Identidade Própria, um subconsciente impregnado pela Intuição, e não mais vítima das memórias repetitivas.

Diferente do caminho Huna tradicional, não é mais o intelecto que planeja metas concretas. O Dr. Len afirma que "limpar visando um resultado não funciona". O praticante de Ho'oponopono Al McAllister, autor de e-book do mesmo nome, comenta: "Mas quando você limpa por limpar, pode ser agradavelmente surpreendido pelo que a Divindade escolher como resultado para você. Isso libera a mente consciente de ter que decidir o que deve ou não ser limpo.

Com o Ho'oponopono estamos assumindo a responsabilidade pelas memórias em comum que compartilhamos com outras pessoas. O intelecto não tem capacidade de assimilar e avaliar toda a informação que se apresenta em relação a qualquer problema, portanto, não sabemos o que está acontecendo em momento algum.

Quando dizemos à Divindade: 'Se há algo em mim que estou vivenciando as pessoas de um determinado modo, quero liberar essas coisas: ao se liberar essas coisas, mudamos nosso mundo interior, e isso em contrapartida faz com que o mundo inteiro mude".

Cita o Dr. Len: 'Ao aparecer um problema, o intelecto sempre busca alguém ou alguma coisa para culpar. Continuamos procurando lá fora (de nós) a origem de nossos problemas. Não percebemos que a origem está sempre dentro de nós'.

Morrnah Simeona, a professora do Dr. Len, ensinava que 'nós estamos aqui somente para trazermos paz para nossa própria vida, e se trazemos paz para nossa própria vida, tudo em nossa volta encontra seu próprio lugar, seu próprio ritmo de paz', e isso é tudo que é Ho'ponopono.

De acordo com o Dr. Len, 'Ho'oponopono é sobre se entregar e confiar,
porque resultados são trabalhos do intelecto. Expectativas são somente memórias se repetindo, e nada na vida acontece acidentalmente. É a Divindade que está orquestrando os eventos, e nosso trabalho é estar em paz'.

'Se insistimos em determinar metas, precisamos estar sempre limpando para aceitarmos se soltar e permitir que nossa vida siga o caminho a ser seguido. Se somos inflexíveis, e temos nossa mente em somente uma meta, perdemos as muitas oportunidades (Inspirações) que provém do Divino'.

Dr. Len: 'É imperativo realizar que a pessoa que pratica o processo Ho'oponopono não está curando, e sim que o Ho'oponopono é o processo de se permitir que a Divindade, que criou tudo e sabe de tudo, cancele as memórias que vivenciamos como problemas'.

O Dr. Len continua dizendo que 'somos todos Seres Divinos, mas a mente só pode servir a um mestre de cada vez. Pode servir as memórias repetindo os problemas, ou pode servir a Divindade que são as Inspirações'.

'O intelecto tem esta escolha: pode funcionar comandado pelos problemas, ou pode funcionar comandado por Inspiração'.

'O processo Ho'oponopono só precisa de uma pessoa: A Paz começa comigo. E com ninguém mais. Todos querem estar em sintonia consigo mesmo, e só quando conseguirem poderão cumprir seu destino".

Jens Weskott é pesquisador, autor, renomado especialista em Huna.

Silêncio



Aprendi o silêncio com os faladores, a tolerância com os intolerantes, a bondade com os maldosos; e, por estranho que pareça, sou grato a esses professores.

Khalil Gibran

Exercício para Auto Estima e Realização



Vivência Xamanica


Exercício:

Selecione frases positivas ao seu respeito. Escolha frases que irá lhe ajudar a sentir-se mais prospero, saudável e de bem com você mesmo.

Por exemplo:

- Eu sou uma pessoa bem sucedida
- Eu sou muito prospera.
- Eu tenho sempre todo o dinheiro necessário a muito alem disso.
- Eu sou feliz no amor.
- Eu amo e sinto-me amada.

Faça essas afirmações várias vezes ao dia.

Faça um cartaz com imagens que representam aquilo que você quer.

Sinta-se vibrando aquela realidade.

Emocione-se de alegria pela plena realização de seus pedidos.

E diga no final:

- Está feito!

Minha mente criativa providencie a realização disso ou algo bem melhor que isso.

Sou Grata

Cida Medeiros

Ser Autêntico


Ser autentico pode parecer ser perigoso, mais se você está a caminho da auto-realização em Deus, ser autentico é fundamental em sua Jornada Interna.

'Diz-se que o Individuo autêntico tudo o que diz pensa, mas nem tudo que pensa diz"!

Significa dizer que a pessoa tem muita consciência de si mesmo e auto-controle.

Ser autentico é reconhecer e aceitar todos os sentimentos e necessidades que se possui e não apenas alguns deles.

Indicados Prêmios Dardos

Indicados Prêmios Dardos

1ª Lista de Indicados ao Prêmio Dardos ( ordem aleatória ).

1. Eliane Carmanim Lima - Para compreender os vegetarianos
2. Livros Digitais - Viciados em Livros

4. Lucia Freitas - LadyBug Brazil -
5. Laura - Résteas de Sol
6. Murilo Hildebrand - Palavras de Osho
7. Francisco Coelho - Verde que te quero Verde
8. Lucas Afonso - Seja Vegetariano
9. Ecoblogs
10.Antonio Carlos Bola - Blog do Bola
11. Leonardo Chioda - Café Tarot
12. Henrique Bussacos - Tekoha
13. Fayna - Ramayana
14. Waldemar Falcão - Músico, Astrologo e Escritor

Prece Pai e Mãe - Kahuna

Pai - Mãe


Pai - Mãe que habitam o reino invisível de Luz, eu vos invoco, honrando vossos nomes, pedindo que a perfeição de vosso reino possa vir a ser plenamente refletida nos três níveis de nossa vida de três Eus.

Que possas guiar-nos e dirigir-nos em tudo que está sendo feito e possa
vossas vontades ou desejo sempre ser aceita como a melhor a seguir do que a
minha própria ou a do Eu Básico,junto a quem permaneço como um irmão mais velho e guardião.

Que a vossa vontade possa criar para nós as boas coisas, primeiro em vosso reino celestial invisível, depois fazê-las aparecer como realidade em nossos níveis inferiores de ser.

Dá-nos a cada dia o nosso pão, pois tal é a nossa necessidade básica de mana.

Dá-nos também aqueles dons perfeitos e bons que sejam julgados adequados e
que não violem a lei de não ferir, ao nos ser concedidos.

Livra - nos dos ódios, temores e invejas invisíveis -- de todas as coisas que transgridam a lei do amor. Purifica-nos enquanto tentamos purificar a nós próprios e enquanto fazemos o melhor para ajudar outros a ver sobre sí mesmos,seus Eus Superiores, que somente merecem nosso amor.

Vosso sejam este fluxo de mana que enviamos em uma corrente de amor ao longo do cordão invisível de conexão. Que nossa oferenda possa capacitar - vos a
trabalhar perfeitamente em vosso nível e desempenhar vosso papel gloriosamente em nossa vida tripla.

Que eu nunca vacile no papel que desempenho com Eu Médio de nosso ser.

Termino minha prece e a deixo à vossa guarda para agir como julgares adequado.

Minha prece voou.

Deixa a Luz brilhar de volta a mim.

Amém

Extraído do livro Crescendo na Luz
Max Freedon Long.

Prêmio Dardos


Com o Prêmio Dardos se reconhecem os valores que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc. que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras. Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web.

Quem recebe o “Prêmio Dardos” e o aceita deve seguir algumas regras:

1. exibir a distinta imagem
2. linkar o blog pelo qual recebeu o prêmio.
3. escolher quinze (15) outros blogs aos quais entregar o “Prêmio Dardos”.

Recebi o selo Prêmio Dardos da Jesse Rodrigues responsável
pelo blog: O Astrólogo

Em breve as minhas indicações.

"A Entrega" - Pierre Weil

Caro Leitor,
Uma sugestão literária.
Vale a pena.
Cida Medeiros
Último livro(autobiográfico) de Pierre Weil, será lançado em Brasília.

Segundo Pierre Weil, a entrega consiste, antes de tudo, em seguir a voz interior da consciência universal dentro de nós. Foi justamente essa voz que o levou a escrever e a oferecer ao público esta obra autobiográfica, em que relata suas intuições e aprendizados mais íntimos sobre a sublime experiência da verdadeira entrega. Neste livro, o autor de A Revolução Silenciosa e Lágrimas de Compaixão faz um relato do seu processo pessoal de entrega, que se deu sob a forma de uma comunicação telepática e direta com os anjos. Ao longo de vários anos, Weil e alguns amigos fizeram reuniões em que receberam ensinamentos e recomendações desses seres, não só acerca da entrega, mas de muitos outros temas, relacionados a Deus, à vida e ao Cosmos.

Além de compartilhar com os leitores o conteúdo surpreendente desses encontros, Weil também faz reflexões sobre aspectos inconscientes e involuntários da entrega em atos fisiológicos como a alimentação e a respiração, nas relações amorosas, na cura espiritual e também como caminho para a realização suprema transcendental. Todas elas com base na sua riquíssima experiência pessoal e no trabalho que realizou, ao longo de toda a vida, para despertar a paz e o desejo de autotransformação no coração de todos os seres humanos.