Maternidade e o Vinculo Afetivo por Cida Medeiros

É muito importante para o recém nascido o vinculo que se estabelece com a mãe através do contato que se dá pelo olhar, toque e a amamentação.

Um estudo promovido pela Universidade de Warwick, na Grã-Bretanha, juntamente com outras universidades e institutos revelam que o contato do bebê com a mãe através da amamentação liberam um hormônio que produz na criança a confiança.

O que confirma que as substâncias neurológicas produzidas pelo cérebro promovem os sentimentos de bem estar ou mal estar.

A relação que se estabelece entre a criança e a mãe tem um fator bioquímico envolvido, promovendo uma maior ligação da mãe com a bebê.

O Hormônio secretado pela hipotálamo é chamado de oxitocina e é responsável por promover o sentimento de confiança e a redução do medo na criança.



Essa pesquisa revela que a resposta da criança e da mãe através desse contato desencadeiam uma explosão de neurônios especializados no cérebro e aumentando o sentimento de confiança.

Então, não só para as mamães e seus pequenos baby(s), mas todos que puderem promover uma conexão maior uns com os outros através do carinho, do toque, do abraço, o sorriso e a alegria geram relações nutritivas e harmoniosas.

Um outro estudo revela que a dopamina, uma substância química que estimula o sistema nervoso central, produzindo a adrenalina é liberado no momento de felicidade e alegria.

Portanto vamos ser saudáveis: - trocas afetivas aumentam o bem estar, estimulam e promovem o crescimento, geram confiança, equilibram as emoções e com isso o seu corpo e seu ser agradecem.

Cida Medeiros

Um comentário:

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.