Reflexões "Ordens do Amor"

Clique na Imagem para ampliá-la

As Ordens do Amor, são leis da natureza, que regem o bom funcionamento dos sistemas, especialmente o sistema famíliar, e conduz cada individuo a ocupar seu lugar de força.

E quem está em harmonia com sua família de origem, fica em paz consigo mesmo.

Quem desatou os nós dos antigos relacionamento pode sentir-se mais pleno.

Sintomas como depressões, apatia, inseguranças, sensação de desorganização interna e muito outros, podem ser trabalhados na Constelação Familiar.

Violência dos filhos em relação aos pais e mesmo os pais em relação aos filhos,  podem ser tratados com esse método terapêutico. Isso suaviza os traumas e confere as pessoas uma oportunidade de superação.

Essas questões e muitas outras, quando são Constelados, revelam as dinâmicas desorganizadas do sistema.

Esse trabalho, antes de orientar pessoas quanto a importância das Ordens do Amor é uma oportunidade de organizar as Constelações Arquetípicas do Sistema Familiar.

É uma vivência que toca forças internas do individuo.

Quando esta tudo emaranhado  os filhos ficam perdidos, os pais se sentem sem força e impotentes. E muito sofrimento abraça o lar. Em muitos casos, lares desfeitos, famílias desestruturadas recebem muitos benefícios com esse trabalho.

Mães que tiveram muitas uniões e geraram muitos filhos ou mesmo abortos de maridos diferentes, conseguem aliviar problemas profundos de dentro de si, liberar as confusões em seus relacionamentos com os filhos e muito mais.

As ordens do amor, trabalha em um nível muito profundo de cura e reconexão com os pais e com os antepassados.

As vezes, uniões que não deram certo, mais que geraram um filho, causam problema posterior. O filho acaba sempre sofrendo as consequências dessas desarmonias e fica sentindo-se perdido de suas raizes, refletindo em sua vida, muitas vezes no campo profissional. Por isso, quando constelamos esse problema a criança pode restabelecer algo do seu passado. Quando ele s encontra com o Passado, recebe o que lhe falta e assim pode seguir adiante. Reconciliado.

Reconectando-se com sua história familiar a pessoa reconecta com seus ancestrais, e isso é fundamental para sua vida.

É uma vivência que estabelece as "Ordens do Amor", e reconecta com a força positiva dos antepassados.

Todos os pais que possuem muitos filhos de uniões diferentes, deveriam buscar ajuda com o trabalho de Constelação Familiar.

Quem não conhece o Sistema poderá participar e depois constelar. Exceto quando a pessoa já tem uma orientação de alguém que já fez e que já passou as informações básicas e a pessoa já se sente segura ou tem indicação do Terapeuta, então, poderá fazer sua Constelação sem antes participar das vivências. Existem outras exceções, por isso entre em contato com o Terapeuta para orientar-se.

Eu como profissional da Área de Saúde emocional a mais de 20 anos, também me coloco disponível como Terapeuta, assim a pessoa poderá contar com os atendimentos individual e complementar caso necessite.

Cida Medeiros



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.