Abundância



Hoje vou falar sobre a abundância, tendo como ponto de partida a visão das Ordens do Amor de Bert Hellinger.

Esse texto é inspirado nos estudos das obras, nos cursos, treinamentos, supervisões e prática.

A abundância tem muito haver com a relação que o individuo tem com seus pais.

A pessoa que consegue tomar seus pais como eles são, e tudo aquilo que eles lhe dão, são pessoas que tendem a prosperar mais na vida. Eles recebem muito e podem passar para seus relacionamentos, que também dão e recebem de forma abundante.



Aceitar os pais como eles são, com humildade e respeito é algo muito raro hoje em dia. Normalmente as pessoas reclamam muito de seus pais, exigem mais, querem se sobrepor a eles, mandar, mudá-los para atender seus pontos de vista e com isso desrespeitam as Ordens do Amor o que resulta em  problemas.

Bert diz, que quando aceitamos nossos pais como eles são, e até nos orgulhamos deles, um fluxo de realização e felicidade acontece naturalmente.

Esse fluxo de felicidade, energia constante é o que te leva pra frente e para uma vida de abundância.

O que fazer quando os pais são violentos, machucam seus filhos, ofendem, humilham, agridem e são injustos?

Isso causa uma ferida muito profunda no Ser Humano, e quase sempre, repetimos de uma forma ou outra essa violência. Passamos adiante aquilo que recebemos...mesmo que inconscientes de nossas ações...reproduzimos em algum nível a violência sentida...

As vezes não basta apenas fazer uma constelação, é preciso uma terapia para ajudar a pessoa e reconstruir partes que se quebraram dentro.

Leva mais tempo, pois temos que respeitar que aquela pessoa carrega muitas marcas. Mais mesmo assim, a constelação familiar ajuda a curar muitas feridas.

Uma constelação transcende tudo o que você possa imaginar, e traz uma cura profunda.

Curar as feridas nos relacionamentos com os pais está intimamente relacionado a uma vida próspera e saudável.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.