Sobre a Perfeição

O homem que deseja ser perfeito, inevitavelmente torna-se um neurótico, porque não consegue estar aqui. Ele vive no futuro, que não existe. Não pode desfrutar o presente momento, só condená-lo. Não pode amar esta mulher, porque tem uma idéia da mulher perfeita. Não pode amar este homem, porque ele não é perfeito. Não pode saborear este alimento, esta refeição, esta manhã, nada mais o satisfaz, não pode satisfazer. Sua expectativa está sempre presente: ele está sempre comparando e sempre se decepcionando.
        O homem que vive com desejo de perfeição, tem a vida condenada. E a sociedade colabora com isso. Os pais, as escolas, os colégios, as universidades, os mahatmas , os sacerdotes, os políticos, todos colaboram para neurotizá-lo.
        Desde a infância, você não é aceito como você é. Disseram-lhe: “Seja desta maneira, só assim você será aceito”. Se quiser viver a vida do seu jeito, você será condenado por todos, todos ficarão contra você. Seus pais não poderão suportá-lo. Precisam moldar, formar, mudar, manipular. Eles precisam fabricar você de acordo com os desejos deles.
Osho

Quem quiser ler o texto todo, está nesse link
http://www.oshobrasil.com.br/texto38.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.