O amor um estado de Ser

O AMOR BASICAMENTE É UM ESTADO DE SER

“A coisa real não é um
relacionamento mas um estado; a pessoa não ama, mas é amor.

Toda vez que eu falar sobre amor lembre-se disso:
estou falando sobre o estado de amor.

Sim, relacionamento é perfeitamente bom,
mas ele vai ser falso se você
não tiver atingido o estado de amor.

Assim o relacionamento não é só uma pretensão,
mas uma perigosa pretensão,
porque ele pode ir enganando você:
pode continuar lhe dando a noção de que você sabe o que é amor, e você não sabe.

O amor basicamente é um estado de ser:
a pessoa não está amando, a pessoa é amor.

E esse amor surge não ao apaixonar-se por alguém.

Esse amor surge indo para dentro – não caindo mas elevando-se, voando muito alto, mais alto do que você.
É um tipo de ultrapassagem.

Um homem é amor quando seu ser é silencioso:
é a canção do silêncio.

Um Buda é amor, um Jesus é amor – não em amor com uma pessoa em particular, mas simplesmente amor.

Seu próprio clima é amor.

E não é endereçado a alguém em particular, é espalhado em todas as direções.

Qualquer um que chegue perto de um Buda o sentirá,
será inundado por ele, será banhado nele.

E ele é incondicionalmente assim.

O amor não dá nenhuma condição, nenhum ‘se’, nenhum ‘mas’.

O amor nunca diz
”Preencha esses requisitos, então eu te amarei.”
O amor é como respirar:
quando acontece você é simplesmente amor.

Não importa quem chegue perto de você,
o pecador ou o santo.

Quem quer que chegue perto de você começa a sentir a vibração do amor, é alegrado.

O amor é doação incondicional

– mas somente aqueles que têm são capazes de dar."

Osho, The Guest, Capítulo #5

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.