Relacionamento como um Espelho





Relacionamento como um Espelho

- O amor se relaciona, mas não é relacionamento, que é algo acabado. Ele é como um rio fluindo, interminavelmente. Há flores do amor que só desabrocham após uma longa intimidade. Relacionar-se significa que estamos sempre começando, sempre tentando nos tornar conhecidos. A alegria do amor está na exploração da consciência. Quando investigamos o outro, fazemos o mesmo conosco. 

Aprofundando-nos no outro, nos aprofundamos em nós mesmos. Tornamo-nos espelhos para o outro e o amor torna-se meditação. Quando mais descobrimos, mais misterioso o outro se torna: o amor é uma aventura constante. Quando estamos apaixonados, a linguagem não é necessária. O amor não escraviza, não é possesivo nem exigente. Ele liberta, permitindo aos amantes voarem alto, em direção a Deus. Quando apreciamos nossa solidão, nos tornamos meditadores.

Só quem é capaz de ser feliz sozinho pode contribuir com a felicidade de outro.


(Osho)

Medo


"Dizem que antes de um rio entrar no mar, ele treme de medo. Olha para trás, para toda a jornada que percorreu, para os cumes, as montanhas, para o longo caminho sinuoso que trilhou através de florestas e povoados, e vê à sua frente um oceano tão vasto, que entrar nele nada mais é do que desaparecer para sempre. Mas não há outra maneira. O rio não pode voltar. Ninguém pode voltar. Voltar é impossível na existência. O rio precisa de se arriscar e entrar no oceano.
E somente quando ele entrar no oceano é que o medo desaparece, porque apenas então o rio saberá que não se trata de desaparecer no oceano, mas de tornar-se oceano."

Osho

Gratidão




Gratidão por ter milhões de motivos para ser Grata! 
Gratidão, Gratidão e mais gratidão por todas as pessoas boas que estão no meu caminho.
pela prosperidade crescente,
pela abundância visível,
por ter sábias pessoas a minha volta,
por todo o dia aprender algo novo,
pelo trabalho que amo,
por ser quem eu sou!
por me amar, me respeitar e fazer escolhas inteligentes sempre!
por ter um Espirito que me Guia,
 e por sê-lo mais Divino que posso conceber em meus pensamentos.
  por fazer parte de minha alma familiar e estar evoluindo sempre!!!
Por ter instrumentos que empoderam e recursos que libertam!
Gratidão Infinita ao Divino que me trouxe ate aqui!!!!
Gratidão!
Gratidão!
Gratidão!
Por que posso ver!
E ver...é ser Livre...

O amor um estado de Ser

O AMOR BASICAMENTE É UM ESTADO DE SER

“A coisa real não é um
relacionamento mas um estado; a pessoa não ama, mas é amor.

Toda vez que eu falar sobre amor lembre-se disso:
estou falando sobre o estado de amor.

Sim, relacionamento é perfeitamente bom,
mas ele vai ser falso se você
não tiver atingido o estado de amor.

Assim o relacionamento não é só uma pretensão,
mas uma perigosa pretensão,
porque ele pode ir enganando você:
pode continuar lhe dando a noção de que você sabe o que é amor, e você não sabe.

O amor basicamente é um estado de ser:
a pessoa não está amando, a pessoa é amor.

E esse amor surge não ao apaixonar-se por alguém.

Esse amor surge indo para dentro – não caindo mas elevando-se, voando muito alto, mais alto do que você.
É um tipo de ultrapassagem.

Um homem é amor quando seu ser é silencioso:
é a canção do silêncio.

Um Buda é amor, um Jesus é amor – não em amor com uma pessoa em particular, mas simplesmente amor.

Seu próprio clima é amor.

E não é endereçado a alguém em particular, é espalhado em todas as direções.

Qualquer um que chegue perto de um Buda o sentirá,
será inundado por ele, será banhado nele.

E ele é incondicionalmente assim.

O amor não dá nenhuma condição, nenhum ‘se’, nenhum ‘mas’.

O amor nunca diz
”Preencha esses requisitos, então eu te amarei.”
O amor é como respirar:
quando acontece você é simplesmente amor.

Não importa quem chegue perto de você,
o pecador ou o santo.

Quem quer que chegue perto de você começa a sentir a vibração do amor, é alegrado.

O amor é doação incondicional

– mas somente aqueles que têm são capazes de dar."

Osho, The Guest, Capítulo #5

Luz e Escuridão




"Quando a LUZ está ACESA na CASA, a ESCURIDÃO NÃO pode ENTRAR. 
Os pensamentos são como a escuridão: eles entram somente se não há luz dentro. 
A Consciência é Fogo: quanto mais você se torna consciente, os pensamentos entram cada vez menos."

OSHO

Mãe Desnecessária

MÃE DESNECESSÁRIA
(Dalai Lama)

A boa mãe é aquela que vai se tornando desnecessária com o passar do tempo.

Várias vezes ouvi de um amigo psicanalista essa frase, e ela sempre me soou estranha.

Chegou a hora de reprimir de vez o impulso natural materno de querer colocar a cria embaixo da asa, protegida de todos os erros, tristezas e perigos.  Uma batalha hercúlea,confesso. 

Quando começo a esmorecer na luta para controlar a super-mãe que todas temos dentro de nós, lembro logo da frase, hoje absolutamente clara.

Se eu fiz o meu trabalho direito, tenho que me tornar desnecessária.

Antes que alguma mãe apressada me acuse de desamor, explico o que significa isso.

Ser "desnecessária" é não deixar que o amor incondicional de mãe, que sempre existirá, provoque vício e dependência nos filhos, como uma droga, a ponto de eles não conseguirem ser autônomos, confiantes e independentes. Prontos para traçar seu rumo, fazer suas escolhas, superar suas frustrações e cometer os próprios erros também.

A cada fase da vida, vamos cortando e refazendo o cordão umbilical.  A cada nova fase, uma nova perda é um novo ganho, para os dois lados, mãe e filho.

Porque o amor é um processo de libertação permanente e esse vínculo não pára de se transformar ao longo da vida.

Até o dia em que os filhos se tornam adultos, constituem a própria família e recomeçam o ciclo.

O que eles precisam é ter certeza de que estamos lá, firmes, na concordância ou na divergência, no sucesso ou no fracasso, com o peito aberto para o aconchego, o abraço apertado, o conforto nas horas difíceis.

Pai e mãe - solidários - criam filhos para serem livres.  Esse é o maior desafio e a principal missão.

Ao aprendermos a ser "desnecessários", nos transformamos em porto seguro para quando eles decidirem atracar.

"Dê a quem você Ama :
- Asas para voar...
- Raízes para voltar...
- Motivos para ficar... "

- Dalai Lama

Abraços  a todas as mães e também aos pais!!

Gratidão a minha mãe que sempre me dizia que eu não precisasse deles para nada, que eu progredisse sempre e fosse cada vez mais bem sucedida. Minha Mãe foi um grande exemplo pra mim! Gratidão onde quer que a Senhora esteje, fique em paz, certa que estamos bem e preparados para viver...a saudades é infinita...mais continuamos seguindo em frente.

Cida Medeiros

Palavras de Krion

O Que vou compartilhar aqui são ensinamentos de Kryon, no Yotube tem várias canalizações...essa se não me engano é sobre Sincronicidade.

Ele diz:
"Querido Deus, coloque-me no lugar certo que eu não sei onde é.
Querido Deus, quando fazê-lo, faça-o confortável para mim, para que eu veja o sentido, torne-o mais fácil e me traga as situações apropriadas para me levar até lá.

"Querido Espirito, se eu devo encontrar alguém, então, deixe-me ter a possibilidade de pelo menos procurar por isso...

Kryon diz, que isso não significa não saber o que quer, ou ficar passivo, e sim, permitir que algo maior e diferente das nossas programações negativas nos conduza além...

...estar entregue a uma inteligência superior...

...existe uma sabedoria nata, uma consciência dentro do coração...que trabalha...devemos nos permitir ouvir...

Boa Reflexão
Cida Medeiros

Coragem


A palavra coragem é muito interessante. Ela vem da raiz latina cor, que significa "coração". Portanto, ser corajoso significa viver com o coração.

E os fracos, somente os fracos, vivem com a cabeça; receosos, eles criam em torno deles uma segurança baseada na lógica.

Com medo, fecham todas as janelas e portas – com teologia, conceitos, palavras, teorias – e do lado de dentro dessas portas e janelas, eles se escondem.

O caminho do coração é o caminho da coragem. É viver na insegurança, é viver no amor e confiar, é enfrentar o desconhecido.

É deixar o passado para trás e deixar o futuro ser. Coragem é seguir trilhas perigosas.

A vida é perigosa. E só os covardes podem evitar o perigo – mas aí já estão mortos.

A pessoa que está viva, realmente viva, sempre enfrentará o desconhecido. O perigo está presente, mas ela assumirá o risco.

O coração está sempre pronto para enfrentar riscos; o coração é um jogador. A cabeça é um homem de negócios. Ela sempre calcula – ela é astuta. O coração nunca calcula nada.
Osho