O efeito de uma leitura. Neurociência


Um estudo revela algo importante sobre a influencia de uma leitura na ativação de determinadas áreas do cérebro. Uma informação importante, principalmente para comprovar o funcionamento das áreas cerebrais a partir de vários estímulos externos.

Cida Medeiros

"Os amantes da literatura não cansam de afirmar que um bom livro pode ser tão emocionante quanto um filme, ou mesmo quanto a vida real. E eles estão certos, segundo um estudo holandês.

De acordo com a pesquisa, a área do cérebro ativada quando uma pessoa lê e imagina
uma cena é a mesma que é ligada quando a imagem está em uma tela de cinema.

Os cientistas já sabiam que a mesma região cerebral era ativada quando sentimos uma emoção e quando vemos alguém sentindo a mesma emoção. Agora, em um artigo na revista científica "PLoS", a equipe da Universidade Groningen confirmou que o mesmo acontece quando lemos a respeito.

Para obter os resultados, o grupo contou com a ajuda de voluntários. Em um primeiro momento, eles tiveram seus cérebros monitorados enquanto viam cenas de três segundos de duração de um ator tomando uma bebida e fazendo cara feia por causa do gosto. Depois, o mesmo grupo teve que ler e imaginar cenas nada agradáveis: por exemplo, andar pela rua, trombar com um bêbado que vomita e depois perceber que o vômito caiu na própria boca do voluntário.

Em ambos os casos, a mesma área do cérebro entrou em ação, aquela que é ativada quando sentimos nojo e náuseas. Pessoas com algum problema nessa área são capazes de beber leite estragado como se fosse refrigerante.

É por isso que ver um filme ou ler um livro nos faz sentir como se estivéssemos experimentando aquilo em primeira pessoa. Para um dos autores do estudo, Christian Keysers, a notícia é excelente e deve servir de estímulo para que as pessoas leiam mais em um mundo dominado pela mídia visual."

Fonte: www.globo.com. br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.