A Paranóia

 Esse livro "Emergência Espiritual de Stanislav e Christina Grof é fundamental para compreensão dos mecanismos entre a luz e a sombra no caminho do despertar. 
 
Vale a pena ler, aqui reproduzo na integra esse trecho:

A paranóia envolve um complexo de mecanismos mentais, emocionais e sociais; através dele uma pessoa, ou um povo, reivindica para si retidão e pureza, e atribui hostilidade e mal ao inimigo. O processo começa com uma divisão entre o self "bom", com o qual nos identificamos conscientemente e que é celebrado pela mitologia e pela mídia, e o self "mau", que permanecerá inconsciente na medida em que puder ser projetado sobre um inimigo. Através dessa
prestidigitação, fazemos com que as partes inaceitáveis do self— sua avidez, crueldade,
sadismo, hostilidade, aquilo que Jung chamou de "a sombra" — desapareçam e só as
reconhecemos como qualidades do inimigo. 

A paranóia reduz a ansiedade e a culpa ao transferir para o outro todas as características que a pessoa não quer reconhecer em si mesma.

Ela é mantida pela percepção seletiva e pela revocação. Nós vemos e reconhecemos unicamente
os aspectos negativos do inimigo que sustentam o estereótipo que já criamos. 

Por isso, a televisão norte-americana transmite principalmente as más notícias sobre os russos, e viceversa.

Lembramo-nos apenas das evidências que confirmam os nossos preconceitos.

Fonte: Emergencia Espiritual, Crise e Transformação Espiritual - Stanislav e Cristina Grof - Ebook
Para Comprar: Livraria Cultura

Cida Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.