Curso de Sustentabilidade - Capítulo 2


"Cada atitude, cada mudança de hábito, um novo curso da história" Cida Medeiros

Noticias

Olá querido leitor,
Tenho estado muito em sintonia com os últimos acontecimentos no Campo Pessoal, Profissional e Coletivo.

Entre elaborar os acontecimentos mundiais no momento atual, meu próprio processo de auto-conhecimento e integração profunda de mim mesma e todas as exigências de minha vida pessoal e profissional; 


Fiquei com pouca disponibilidade interior para postar aqui no meu blog, porém, hoje resolvi falar um pouco sobre algumas escolas que recomendo e que são referência de confiabilidade, seriedade e conhecimento.

Demais, muitos estão em rede e em sinergia. Logo, se busca alguma informação sobre esse assunto poderá encontrar por entre os links desse blog.

Tenho algumas indicações interessantes para quem gostaria de fazer uma imersão em um mundo novo: 

A Unipaz tem uma formação holistica de base com enfoque transpessoal e transdiciplinar que eu recomendo, são seminários que abrem um novo Universo de auto-conhecimento, de desenvolvimento, aprimoramento pessoal e cultura de Paz, veja no site: http://www.unipaz.org.br/, nesse endereço eletrônico você fica sabendo de unidades no Brasil e fora do Brasil, vale a pena.

O Ano que vem teremos o Festival Mundial da Paz que será em São Paulo, logo estarei dando noticias sobre isso aqui no meu blog, prepare-se para ser um voluntário desse movimento e manifeste sua Paz.

Temos o CIT (Colégio Internacional de Terapeutas), sob a orientação de seu mentor Jean-Yves Leloup e Roberto Crema  foi fundada em 1992, tendo como sede o Brasil a Rede Internacional  UNIPAZ, inspirada na tradição hebraica dos Terapeutas de Alexandria, que é uma tradição ancestral em uma Proto Abordagem Holistica que vê o Ser Humano como um Ser Holistico, em sua dinâmica corpo, psique, consciência e essência. Da qual sou parte primeiro como Caminhante desde 2008 nos encontros da Unipaz SP e depois como Aspirante no grupo da Bel Rodrigues aqui em SP, no movimento de compreender o Ser, no acolhimento e internalizando os dez Principios para um dia ser acolhida como Terapeuta do CIT.

Para quem gosta de Xamanismo recomendo a Paz Géia, instituto de Xamanismo Matriacial que fica em São Paulo. Um Campo de Cura, de imersão do Universo Xamânico rico em simbolismo, e vivências de auto-conhecimento que ajudam a resgatar o Poder Pessoal. Faz parte das atividades da Paz Géia a Jornada de Cura com o toque de tambor que realizo com o enfoque das Constelações Familiares, é imperdível. No site da Paz Géia vocë encontra mais informações dessa escola que é referencia nacional e internacional no Xamanismo Matricial e o Neo-xamanismo. Paz Géia

Recomendo a DEP (Dinâmica Energética do Psiquismo) uma escola de natureza iniciatica de uma qualidade reconhecida no Brasil e fora do Brasil. É uma referência em sua abordagem unica do Ser Multidimensional e Transpessoal com etapas de desenvolvimento para o despertar da consciência e do Ser Essencial. DEP, uma escola que estou conectada desde 1994, formada em 1998, depois retornando em 2004 sendo assistente do Campo DEP ate 2009, e depois seguindo em outros caminhos, mas conectada de alguma forma com o Campo.

Recomendo também para quem é Terapeuta e quer adquirir uma nova visão a respeito da terapia sistêmica de Bert Hellinger, a Formação Internacional em Constelação Familiar do Instituto Lorenz no Site vocë encontra os contatos. Instituto Landshut.

Como Terapeuta vocë pode me contatar tenho experiência  de 19 anos e ao longo desse percurso várias formações e iniciações que torna unica a minha abordagem terapêutica. No momento não estou oferecendo nenhum curso de formação, as vezes as pessoas me ligam, mandem email querendo saber de cursos dirigidos por mim, como eu estava com minha energia totalmente voltada para a especialização em Constelações Familares, com grupos de estudos, supervisão, treinamentos internacionais, atendimentos sociais, atendimentos individuais e em grupo, fiquei com minha energia focada nesses últimos anos no aprofundamento desse trabalho terapêutico.

Por enquanto estou seguindo o fluxo.

Lembrando que esse mês de abril teremos 3 encontros na Paz Géia de Constelação Familiar, dia 02, 16 e 30.

Enfim é isso.

Uma boa semana!

Cida Medeiros

A maior flor do mundo - José Saramago



E se as histórias para crianças passassem a ser de leitura obrigatória para os adultos?
Seriam eles capazes de aprender realmente o que há tanto tempo têm andado a ensinar?

José Saramago

A Inteireza




"Estar completo em si mesmo. Sem perder-se no outro. Sem ser agarrado pela ilusão do ter. Reconhecer o Ser. Valorizar o Amor. Estar Conectado.

Cida Medeiros






Estar inteiro é estar em posse de si mesmo.
Esse estado de "Ser" tem muito haver com a maneira com que nos relacionamos com o mundo a nossa volta e podemos perceber o que sentimos em relação ao mesmo.

Tudo que nos joga para fora de sí mesmo e atribuímos um valor maior do que a sua própria experiência, causa sofrimento.

Ser inteiro é assumir o que é nosso com dignidade e valor.

É amar a si mesmo, com generosidade, com compaixão, com alegria, com aceitação, com gentileza, com afeto e com respeito.
Todo gesto de amor próprio aumenta a nossa auto-confiança.

Devo lembrar que estar inteiro é uma Jornada de Cura para a vida toda.

Quando estamos vinculados com nossas origens no sentido de aceitação e amor, recebemos uma força e  experimentamos uma dimensão de inteireza.  Por isso é tão importante incluir e honrar nossos antepassados.

É uma etapa importante em nossa cura pessoal.

É fundamental compreender isso.

Estar vinculado para que o amor possa fluir, com respeito e aceitação.

Existem muitas dimensões para conectarmos e que nos permite o "Estar Inteiro".

É difícil experimentar a Inteireza sem estar de posse de si mesmo.

Ter um pouco de liberdade interior a partir da consciência no seu próprio auto-valor.

Estar livre das influências da Cultura. Eis uma imensa Sabedoria a ser desenvolvida, como estar, compartilhar, viver, sem ser agarrado por isso tudo? Saber seu lugar e honrá-lo?

Ter consciência que você vive isso, mais em essência, não é somente isso? 

Estar no Centro.

No Centro de sua própria realidade de vida, conectado com um Universo Imaterial, que podemos chamar de Deus, pulsando a chama do Amor no Coração, em conexão com o seu Ser, olhando em todas as direções, percebendo o que acontece a sua volta, sem se perder, sem ignorar, mais presente.

Pois estando presente em conexão com o coração, saberemos o que fazer, caso se faça necessário.

O Silêncio sentido, a Meditação, a oração ou uma prece pode ser de muito mais valia do que a tristeza ou mesmo as lágrimas, ou preocupações, quando se trata do exercício da solidariedade humana.

Agir a partir do coração, ações concretas ajudam muito na hora de compartilhar destinos dolorosos de outros irmãos planetários.

Perdido no outro é escravidão na certa.

Quando nos relacionamos com o outro a partir de nossa inteireza, reconhecemos o espaço do outro, seu limite, o seu destino, o nosso, comunicamos com clareza nossos sentimentos, respeitamos e somos respeitados.

Agimos com Sabedoria porque ouvimos o coração. É o coração é fonte de Sabedoria.

Estar inteiro é estar no Ser e para estar no Ser é preciso estar Presente, e para estar presente você precisa ouvir e para ouvir você precisa parar, entrar em outro ritmo, centrar-se, perceber o que esta a sua volta.

As vezes a pessoa esta agarrada em seu umbigo. 

Precisamos desenvolver o entendimento da dimensão dessa parte de sí mesmo.

Por isso, estar inteiro é uma Jornada para Vida Toda.

Aonde você está nesse momento? 

No umbigo, no coração, na cabeça ou não sabe?

Cida Medeiros

Terapeuta, o Xamã e o Curador


 
 "Seja qual for a casa em que eu entre, entrarei para Curar"

Juramento de Hipocrátes







Terapeuta é um curador.

O Xamã é um curador.


O mais importante a ser despertado em um Curador é o amor.


Essa qualidade de amor é de uma natureza singular, é preciso abrir esse Campo.

Talvez uma chave para abrir essa porta seria a intenção, o comprometimento, a Ética e trabalho sobre si mesmo.

É uma viagem Arquetipica.

Por isso tem vida, tem substância inteligente e tem lições que se manifestam ao longo da Jornada.

O fundamental trabalho do Curador é prestar atenção no coração, ouvir o Ser, perceber o que tem significado, confiar no que vem da alma. Superar dores e feridas de sua própria insegurança fruto da sua própria história pessoal e confiar na vida.

O Curador é aquele que acorda é diz: "Hoje minha palavra está a serviço do Ser e é fonte de Sabedoria!"

Muitos serão os desafios para o total comprimento dessa missão. Porém o amor conforta, orienta, ajuda e apoia.

Não é fácil ser um Curador, mais para mim é uma Jornada de Vida.

Bem ou mal, governado ou meio desgovernado é estar a serviço em um sentido da vida:

- "O Amor em sua Plenitude"

- Auto-realização.

"O Amor é a mais poderosa energia de cura do universo e a força que está a serviço da Humanidade."

O Amor envolve o Reconhecimento, Aceitação, Consideração, o Valor, a Gratidão e uma profunda capacidade de Discernimento. Por que o amor nessa qualidade do Ser é Justo, Sábio, Generoso, mais também sabe ser firme e presente, mesmo no Limite necessario, quando se ter que dizer "Não", quando se é preciso orientar uma ação.

Mais um amor assim é ancorado desde um outro lugar dentro de sí. Não vem do Ego, vem do Ser. É uma força firme, presente, consistente e que não deixa dúvidas.

Para qualquer Ser Humano, a maior dor é o Amor que não se Manifestou. Para o Curador também.

O Amor é a fonte da vida, sem o qual a vida não tem sentido.

O Saber tem que casar com o Amor.

Pois um amor dessa Natureza é Transcendente.

E o Amor nunca vive só, ele vive e se dá muito bem quando é irmanado. Ele é sustentado pela Verdade. Ele esta dentro de um "Campo" é o "Campo de Possibilidades Infinitas do Divino".

Um Amor assim é de natureza nobre. É perene. Deixa frutos.

Com amor
Cida Medeiros
Terapeuta à serviço do Ser.





Laborátoria de Sustentabilidade em Tecnologia

Agência Fapesp - 21/09/2010

A Escola Politécnica (Poli) da Universidade de São Paulo (USP) inaugurou o Laboratório de Sustentabilidade em Tecnologia de Informação e Comunicação (Lassu), abrigado no Departamento de Engenharia, Computação e Sistemas Digitais.

O laboratório atuará nas áreas de ensino, pesquisa, cultura e extensão em engenharia de computação, visando ao desenvolvimento social, à proteção ambiental e ao crescimento econômico sustentável.

Reciclagem de eletroeletrônicos

De acordo com Tereza Cristina Carvalho, professora de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais da Poli e diretora do laboratório, a proposta é promover pesquisas ligadas à reciclagem de eletroeletrônicos e incentivar a iniciativa privada na elaboração de projetos sustentáveis.

"O principal objetivo é desenvolver pesquisas tendo como meta a sustentabilidade em tecnologias da informação e comunicação, com foco no ensino e na extensão universitária", disse ela.


Segundo a diretora, o laboratório tratará de assuntos como o uso racional de recursos de tecnologias da informação, o tratamento de lixo eletrônico, a inclusão digital no mercado de reciclagem, eco-design e tecnologias para população de baixa renda.

"Queremos desenvolver, por exemplo, um computador que seja mais facilmente reciclável, projeto que envolverá não apenas os alunos da Poli, mas também da área de design de outras faculdades da USP, como a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, além de parcerias com a comunidade", disse, ao salientar que a iniciativa envolverá parcerias com o setor privado.

Responsabilidade social

O Lassu foi criado a partir da atuação do Centro de Descarte e Reúso de Resíduos de Informática (Cedir), inaugurado em dezembro de 2009, que recebe equipamentos de pessoas físicas para reciclagem.

"A indústria de reciclagem pode gerar empregos, abrindo caminho para projetos sociais como o treinamento de pessoas para ingressar nesta nova indústria", disse Tereza.

Segundo ela, a Poli já tem um programa nessa área, o Poli Cidadã, que reúne projetos de responsabilidade social. "O objetivo é que os alunos desenvolvam tecnologias apropriadas para comunidades carentes", diz.

O Lassu está localizado na Av. Professor Lúcio Martins Rodrigues, travessa 5, nº 97 (ao lado do Cedir), na Cidade Universitária, em São Paulo.

Fonte: Inovação Tecnológica

A Paranóia

 Esse livro "Emergência Espiritual de Stanislav e Christina Grof é fundamental para compreensão dos mecanismos entre a luz e a sombra no caminho do despertar. 
 
Vale a pena ler, aqui reproduzo na integra esse trecho:

A paranóia envolve um complexo de mecanismos mentais, emocionais e sociais; através dele uma pessoa, ou um povo, reivindica para si retidão e pureza, e atribui hostilidade e mal ao inimigo. O processo começa com uma divisão entre o self "bom", com o qual nos identificamos conscientemente e que é celebrado pela mitologia e pela mídia, e o self "mau", que permanecerá inconsciente na medida em que puder ser projetado sobre um inimigo. Através dessa
prestidigitação, fazemos com que as partes inaceitáveis do self— sua avidez, crueldade,
sadismo, hostilidade, aquilo que Jung chamou de "a sombra" — desapareçam e só as
reconhecemos como qualidades do inimigo. 

A paranóia reduz a ansiedade e a culpa ao transferir para o outro todas as características que a pessoa não quer reconhecer em si mesma.

Ela é mantida pela percepção seletiva e pela revocação. Nós vemos e reconhecemos unicamente
os aspectos negativos do inimigo que sustentam o estereótipo que já criamos. 

Por isso, a televisão norte-americana transmite principalmente as más notícias sobre os russos, e viceversa.

Lembramo-nos apenas das evidências que confirmam os nossos preconceitos.

Fonte: Emergencia Espiritual, Crise e Transformação Espiritual - Stanislav e Cristina Grof - Ebook
Para Comprar: Livraria Cultura

Cida Medeiros

Imortalidade Visão de Leonard Orr


Pensamentos de Leonard Orr


A idéia da imortalidade física dá às pessoas a oportunidade de desvendar seu anseio inconsciente de morte e liberta-as da tirania da mentalidade de mortalidade. A ignorância da imortalidade física deixa as pessoas presas na miséria, autodestruição, medo, fracasso e insegurança que causam doenças e dores, violência e guerra, luta pelo poder, impotência e crueldade, degradação humana e a morte em si mesma. A filosofia da imortalidade física liberta a imaginação humana, permite o acesso a enormes reservas de energia e criatividade, cria uma motivação para a paciência e simplicidade e é, em si mesma, um teste de amor e inteligência.