O espelho

"Somos espelhos um dos outros."

É o que diz a Sabedoria das Culturas Indígenas.

Espelho reflete, por isso é utilizado, para ensinar que refletimos no outro e somos refletidos.

Aquelas pessoas que nós são tão significativas podem estar servindo a esse propósito: estar refletindo algo que pertence a nós mesmos pela falta.

Principalmente pela falta de compreensão de "algo" que existe dentro de você da qual você não consegue atribuir valor, ou talentos esquecidos que precisam ser melhor trabalhados e desenvolvidos.

Por isso, cada pessoa que acontece em sua vida, estará evocando muitas coisas dentro de você, quanto mais intenso for as emoções envolvidas, mas poderoso poderá ser o ensinamento.

Sendo o outro, um "Mestre" no seu caminho evolutivo, ensinando muitas coisas sobre você mesmo.

É da Sabedoria dos Antigos a metáfora do espelho e temos três condições que podem estar nos ensinando algo:

Espelho Claro, são pessoas que temos admiração e que queremos imitar mas não nos sentimos capazes de.

Espelho Esfumaçado são pessoas que espelham coisas que temos horror. Por isso, tememos qualquer aproximação, nos dão medo, raiva e sentimentos hostis. Elas espelham algo que não sabemos lidar e que não temos a compreensão sobre o que é exatamente. Por isso, tendemos a fugir, ignorar, desprezar e quase sempre servem de bode expiatório. Mas independente do que você irá fazer com que sente pela pessoa, é fato que ela incomoda muito. Se você vencer o desafio pode descobrir coisas interessantes sobre você mesmo.

Espelhos Rachados, são pessoas que amamos e admiramos mas que nós causa medo e até um certo constrangimento. Ficamos inibidos, sentimos que estamos diante de "Deuses", "Heróis", "Super Poderosos", e que tememos chegar perto. Talvez essa inibição tenha a ver com o medo que temos que o espelho se quebre de fato e você se decepcione vendo que aquela pessoa é um Ser Humano, cheio de humanidade, feito de carne e osso. Uma pessoa igual a todas, cheia de falhas, defeitos e etc... Pois foi você que precisou por alguma razão colocá-la num pedestal para adorá-la. Eis outro bom Mestre...

Segundo o livro "O Caminho Quádruplo" de Angeles Arrien, esses ensinamentos dizem respeito ao Caminho do Visionário". Aquele que sai em busca da Visão a fim de encontrar a verdadeira essência de si mesmo e que pode compreender o papel do outro em sua vida.

Na Psicologia chamamos esse fenômeno de Projeção.

De qualquer forma, aquilo que se oculta em nossa percepção consciente atua como parte da nossa Sombra.

E logo vemos isso no outro, por ainda não ser capaz de reconhecer em sí mesmo.

Quando integramos a Sombra, ganhamos força, assumimos uma parte de uma verdade oculta e podemos sentir a congruência interna de estar integrado com a verdade mais profunda de nosso Ser.

Ganhamos com isso, maior liberdade, pois quase sempre nos libertamos de algum sofrimento, incomodo, fixação, enfim...quando compreendemos o que o outro está refletindo em nós, ganhamos algum nível de desendentificação libertadora.

Integração dos Opostos, Luz e Sombra eis um dos caminhos.

Sem integrar os aspectos sombrios a pessoa não pode receber a Visão.

Pois estará correndo o risco de ser tragado pelas teias das ilusões e ficar contaminado pelo falso Eu. Pelo "Eu" distorcido.

"Quando não estamos conectados com nossa própria integridade, tornamos perigosos."

Pois vivemos uma mentira. Não podemos expressar a singularidade do nosso Ser. Apropriar-se do seu auto-valor. Sintonizar-se com sua inteireza.

A integridade levá-nos a experimentar a criatividade do Espirito. Quando somos criativos manifestamos a nossa própria Medicina Pessoal de Cura e tornamos nossa Alma conectada com a Sabedoria do Campo de Cura. E então, somos remédio. Em nossa Medicina única, manifestamos a qualidade do nosso Ser.

Podemos, ao estar conectados com a Fonte, ser um agente de cura. De si e do outro.
O Ser você mesmo.

Simplesmente, Ser quem você é! Único e exclusivo.

Mitakuye Oyasin
Por todas as nossas relaçoes.

Consumo Consciente 5 "A Energial"



Em 10 episódios, a série Consciente Coletivo faz reflexões, de forma simples e divertida, sobre os problemas gerados pelo ritmo de produção e consumo de hoje. Entre os assuntos estão sustentabilidade, mudanças climáticas, consumo de água e energia, estilo de vida, entre outros, que permeiam o universo da consciência ambiental. O projeto é uma parceria entre o Instituto Akatu, Canal Futura e a HP do Brasil.

Perspectivas para uma nova Comunicação



O doutor e mestre em Comunicação e Cultura Evandro Ouriques, coordenador do Núcleo de Estudos Transdisciplinares de Comunicação e Consciência da ECO - UFRJ, explica como, por meio de uma consciência diferenciada, livre do discurso autoritário, podemos criar perspectivas para novos comunicadores.


Caro leitor, vale muito a pena ouvir esse video e espalhar essa idéia, juntos podemos criar novas reflexoes que expandam a percepçao para uma cultura mais humanista, igualitária e de novos valores.

Site do Dr. Evandro Ouriques

Abraços,
Cida Medeiros

Apredendo com a Natureza

As árvores são estruturas imensas, comum sistema de crescimento bastante complexo.Mesmo assim, são simples e gentis; não importa onde suas sementes caem, elas simplesmente brotam, cresceme só são interrompidas pela violência humana.Existem almas que são como as árvores –enormes em seu pensar e, ainda assim, gentis.Gentileza é isso: é o poder que vê,entende, ajuda, mas nunca interfere.
Brahma Kumaris

Mensagem Tolteka

Mensagem de Tezka Yaoxochitl,

Tezca é nativo Mexicano da tradição Tolteka - Azteka, líder de cerimônias, iniciado na tradição da Dança Azteka, na Dança do Sol, na Busca de Visão, é Guardião e líder do Tambor nas cerimonias dos 8000 tambores, Dança Azteka, Busca de visão e na
Dança do Sol. Pertence a diferentes organizações da tradição nativa, como o Conselho de Povos e Nações do centro Sul de Anawak(América), A ANIPA, a Igreja nativa Americana, Conselho da Dança do Sol no México, entre outros.

"Estou convencido de que, de acordo com a profecia dos 8000 tambores, no dia 21 de março, as 12 horas, quando conseguirmos reunirmos, em todo o mundo, 8000 tambores em uma cerimônia se dará início então, a cura da mãe terra". - Tezca Yaoxochitl

Pedimos a todos que já comecem a mentalizar este importante evento. Estamos iniciando com encontros mensais que começaram mês passado com a aliança com os Guerreiros da Luz  a fortalecer esta importante intenção de cura.

Visitem nosso site: http://www.loboespejo.com/8000Tambores.asp
Assista a cerimonia de 2010 no youtube:

Cerimonia dos 8.000 Tambores
http://www.youtube.com/watch?v=qNNUCvL4nzE&NR=1

O texto a seguir é na integra o enviado pelos sábios anciões e guardiões da Tradição Otomie, Tolteka, Olmeka e de Teotihuacan, no México.


Ao redor do planeta, provocados pelos terremotos, maremotos (tsunamis), ciclones e furacões ocorridos em nossas terras ancestrais, os sábios anciões e guardiões da Tradição Otomie,Tolteka,Olmeka e de Teotihuacan, no México, enviaram urgentemente esta mensagem aos corações e a consciência desta região e a toda a humanidade.

A- Enviamos nossas maiores oferendas de cantos e orações de paz, luz e amor para todas as famílias e comunidades que habitam os lugares aonde ocorreram às catástrofes. Unimos-nos a todas as nossas irmãs e irmãos para que encontrem a cura e que breve retomem o equilíbrio em suas vidas física, mental e espiritual. Conectamos-nos em espírito e em verdade para que os mortos possam reencontrar a paz e se mantenha a esperança da vida.


B- A todas as mulheres e homens do planeta, os chamamos para trabalharmos juntos e atuar em todas as formas possíveis para evitar o aparecimento de possíveis epidemias e doenças infecciosas para evitar mais mortes e suas conseqüências indesejáveis. A ajuda humanitária deve chegar e dar-se de maneira física, material ou econômica, mental e espiritual, sempre sustentada pelo amor, pela vida, pela mãe terra e pela paz.


C- Os Povos e Nações indígenas, como guardiões da Terra, sabem que os centros de energia e campos vibracionais de várias regiões da terra estão sendo afetados consideravelmente pela perda do sagrado e da desconexão com o espírito da mãe Terra em conseqüência das guerras dos grupos que ambicionam o poder e o controle do mundo, a xenofobia, a discriminação racial e o genocídio contra povos e tribos (indígenas), as bombas atômicas terrestres e submarinas, a contaminação e a devastação do planeta, e o conseqüente extermínio d e plantas, animais e da raça humana.


As catástrofes como os tsunamis, vêm provocando vibrações de dor e tem se criado ondas e sensações de medo, sofrimento, angústia, de pena, de preocupação, de carência de confiança, de cólera, de solidão, de desamparo e em morte e os desastres se propagaram em todo o planeta, os quais podem ocasionar campos vibratórios de energia negativa em diferentes níveis e formas, que podem provocar epidemias e enfermidades diversas que afetam a mãe natureza, aos seres humanos principalmente, e também as nossas irmãs plantas e animais. Hoje é importante transcender em atos de compaixão e amor sagrado. Todos nós somos responsáveis pelo que está acontecendo. É tempo de sentir, de pensar, decidir e atuar. Para transformar essa situação é necessário gerar altas freqüências de vibrações sonoras com o poder de orações e rezos, com atitudes de ajuda fraternal e amor universal.


D- É possível prevenir maiores catástrofes. Consideramos urgente fazermos uma grande conexão com o poder energético e curativo do som cósmico. Vamos sentir a medicina da vibração do som da humanidade através da voz como orações e rezos, meditações, músicas e cantos, com instrumentos musicais cerimoniais como os tambores sagrados, incluindo o tambor dos nossos corações. Como uma profecia revelada pelos nossos sábios anciões e sábias anciãs Otomies a toda humanidade e como uma visão dos nossos veneráveis ancestrais, no dia que se reunirem o som de Oito Mil Tambores sagrados, será o início da verdadeira cura da mãe Terra e de todas as espécies e da família humana (que hoje permanece em total desequilíbrio) para poder conviver no caminho da paz sagrada. Em conexão harmônica com o universo, com a mãe natureza, com a comunidade, com a família e com nosso próprio coração. É tempo de nos reunificarmos e reencontrarmos todas as sementes das quatro direções para reativar a energia cósmica, curar as feridas históricas, sanar a nossa mãe Terra, respeitando a vida a liberdade e a dignidade de nossos povos.


E- É por isso que chamamos a todas as famílias das quatro direções para nos unirmos pela cura das feridas causadas pelos Tsunamis, pela falta de conexão com o cosmo, com o sagrado.

Honremos a todas as pessoas que faleceram, milhares de irmãs e irmãos tem oferendado suas vidas pela cura da mãe Terra, pela vida e pela paz.


F- Abaixo os seguintes princípios sagrados:

• É urgente sanar os vórtices feridos da mãe terra.
• É nosso dever identificar e ativar os centros energéticos de nossos lugares sagrados.
• É trabalho de todos semear e fortalecer a consciência do amor e respeito a nossa mãe terra.
• É fundamental a recomendação ancestral indígena, de criar e praticar a grande cultura da paz e da vida.
• Reconhecer o uso energético e curativo de nossos instrumentos sagrados como princípio e objetivo de nossa Missão Indígena.


G- Com a conexão harmônica planetária, esta cerimônia dos 8.000 Tambores Sagrados ajudará a regenerar um campo ilimitado de vibração poderosa, um enorme efeito sônico cósmico de alta freqüência que se concentrará nos lugares aonde aconteceram os desastres e essa energia será expandida em forma de ondas concêntricas pelo mar, pelo ar e pela terra, irradiando luz intensificada, impregnando e banhando de amor de toda a família humana, curando todos os seres viventes (humanos, animais e plantas das zonas afetadas diretamente e de todo o planeta), isto ajudará a purificar e harmonizar a mãe Terra e a humanidade. Com todo nosso amor, emergirá um campo de vibração energética positiva, ajudará a transformar o sofrimento, a ira e a dor em maior paz com justiça e dignidade para todo o mundo. Que signifique um chamado para transformar todos os conflitos por vias pacíficas e de não a violência.

Aqui e agora, Guardiões da terra, pela vida e pela paz, mulheres e crianças, homens, jovens e anciões, de todas as direções estamos chamando para reafirmar a fraternidade humana e pela sobrevivência do planeta.

Porque as gerações passadas e presentes e futuras sabemos que existimos honrando nossa missão de luz e amor, que nosso fogo sagrado se mantenha aceso, que nosso som siga se escutando e nosso canto de vida também.


Gratidão a todos,

Ricardo - Projeto Toltekayotl( A essência Tolteka)

Consumo Consciente 4 "A Água"

A série Consciente Coletivo faz reflexões sobre os problemas gerados pelo ritmo de produção e consumo de hoje. Tudo de um jeito simples e divertido. Entre os assuntos estão sustentabilidade, mudanças climáticas, consumo de água e energia, estilo de vida, entre outros, que permeiam o universo da consciência ambiental.

O que é Normal? Definição de Normose

Texto de Pierre Weil:

Há na maioria dos nossos contemporâneos uma crença bastante enraizada. Segundo esta, tudo o que a maioria das pessoas pensa, sente, acredita ou faz, deve ser considerado como normal e por conseguinte servir de guia para o comportamento de todo mundo e mesmo de roteiro para a educação.

Certos fatos e descobertas recentes sobre origens do sofrimento e de doenças e sobretudo sobre as guerras, a violência e a destruição ecológica estão a contestar e questionar seriamente a normalidade de certas "normas" ditadas pela sociedade através dos consensos existentes.

Está se descobrindo que muitas normas sociais atuais ou passadas, levam ou levaram ao sofrimento moral ou físico ou mesmo de indivíduos, de grupos, de coletividades inteiras ou mesmo de espécies vivas.

Vamos apenas dar um exemplo entre centenas ou milhares: o do consumo de cigarros.

Ainda há alguns tempos atrás era considerado normal as pessoas fumarem. Muito mais, era
considerado ofensivo e mal educado pedir a alguém para deixar de fumar na sua presença.

A medida que se reforçava a certeza de que o ato de fumar era lesivo à saúde podendo criar
efizema e câncer pulmonar com conseqüências eventualmente letais, o fato de fumar em si
começou a ser questionado sem contar o ato de fumar em público. O resultado foi que esta
norma caiu por terra, sendo reforçado em certos países pela sanção legislativa.

Resolvemos adotar o termo de "Normose", para designar esta forma de comportamento
visto como normal mas que na realidade é anormal. O termo foi forjado na França por Jea
Yves Leloup com o qual estamos trabalhando visando estudar o assunto mais a fundo e
publicar os resultados das nossas reflexões e investigações. A presente série de artigos
constitui um primeiro resumo de artigos já publicados e do estado atual das nossas
reflexões. Vamos em primeiro lugar definir de maneira precisa e clara o termo de Normose.

Assim, além da Psicose e da Neurose o vocabulário psicopatológico foi enriquecido com a
palavra normose.

1. O QUE É UMA "NORMOSE"?

Consideramos como Normose o conjunto de normas, conceitos, valores, estereótipos,
hábitos de pensar ou de agir aprovados por um consenso ou pela maioria de uma
determinada população e que levam à sofrimentos, doenças ou mortes, em outras palavras,
que são patogênicas ou letais, e são executados sem que os seus atores tenham consciência
desta natureza patológica, isto é, são de natureza inconsciente.

Assim sendo para considerar um comportamento como normático, este tem que ser:

· Inconsciente quanto à sua natureza patogênica.
· Haver um consenso em torno da sua normalidade.
· Ser patogênico ou letal.

Chegou agora o momento de descrevermos as diferentes e inúmeras espécies de normoses
que encontramos nas nossas investigações. E o que será objeto da próxima parte de
explanação.

2. CLASSIFICAÇÃO E DESCRIÇÃO DAS NORMOSES

O número de normoses é muito grande. Cada dia que passa descobrimos uma ou várias
delas em áreas as mais inesperadas. Uma vez que assimilamos o conceito e só seu alcance
se torna impossível de não ver. Muito mais; tudo se passa como se antes desta descoberta a
gente tivesse sido cego. O próprio conceito se comporta como um poderoso revelador
facilitando a tomada de consciência de aspectos essenciais à preservação da nossa saúde e à
nossa existência.

Podemos distinguir duas grandes categorias de normoses: as normoses gerais e as normoses
específicas.

· As normoses gerais são as que possuem um consenso comum a praticamente toda a
humanidade. E o caso por exemplo da aceitação do cigarro ou da fantasia da
separatividade da qual iremos tratar daqui a pouco.

· As normoses específicas tem o seu consenso restrito a determinada nação,
população, grupo social ou cultural. Podemos dar como exemplo a prática do duelo
entre os homens de classe nobre da Europa até o início deste século ou ainda o uso
de assentos que deformam aos poucos a coluna vertebral dos passageiros da classe
de motoristas.

Inúmeras outras categoria podem ser criadas em função de diversos parâmetros. Assim
sendo, dentro da categoria das normoses específicas podem ser criadas inúmeras outras
categorias ou subgrupos, segundo por exemplo o tipo de patologia ou de morte a que leva a
normose ou ainda ao consumo de determinados produtos ou alimentos. Podemos assim
falar de normoses cancerígenas, quer dizer, as que levam à patologia cancerosa. Usamos
também a categoria de "normose de consumo" que inclui os inúmeros objetos e serviços
prestados e que se revelam patogênicos ou letais. O objetivo do presente trabalho, sendo
apenas para sensibilizar o leitor à existência da normose vamos nos limitar em dar alguns
exemplos de cada uma das duas grandes categorias que acabamos de definir.

3. NORMOSES GERAIS

Vamos começar dando um exemplo de normose geral. A considerarmos como sendo a mais
perversa de todas as normoses. Antes de conhecer o conceito de normose escrevemos um
livro inteiro sobre ela sob o título: A neurose do Paraíso Perdido. Esta Neurose começa com
uma verdadeira Normose, a qual intitulamos de "Fantasia da Separatividade" . Trata-se de
uma ilusão, de uma miragem, que consiste em nos perceber como separados do mundo
exterior, como se não tivéssemos nenhuma relação com este. As conseqüências desta ilusão
são o desenvolvimento de emoções destrutivas tais como o apego a tudo que nos dá prazer
neste mundo exterior e a rejeição e raiva contra tudo que nos ameaça de dor e sofrimento.

São estas as maiores causas de tensão e stress o qual leva à doenças, a sofrimentos os quais
reforçam ainda mais a fantasia da separatividade. As pessoas entram assim num círculo
vicioso em que repetem compulsivamente o mesmo comportamento.

Outro exemplo de normose geral que atinge toda a humanidade é a de considerar como
normal o uso das guerras para resolver conflitos e desavenças entre nações. Existe até um
conceito jurídico de "guerra justa" que sanciona esta normose bellígena.

Esta última normose é ainda reforçada por outra normose que faz com que os povos
acreditem piamente serem proprietárias da terra que ocupam, levando demasiadamente a
sério as fronteiras e os limites territoriais. Esquecem que todas as fronteiras que nascem os
conflitos violentos, que seja fronteiras territoriais, ideológicas, epistemológicas, políticas ou
religiosas.

O próprio sentimento de propriedade é também produto de uma normose geral. Podemos
em última instância considerar-mos como proprietários de objetos que todos são
constituídos de materiais provindo da terra? Somos proprietários da Terra?

Uma das causas essenciais da destruição ecológica é a normose de posse da Terra. Até
muito recentemente a humanidade inteira se conduzia como se fosse proprietária da Terra,
achando que podia explorá-la indefinidamente. Aliás a crença de que os recursos naturais
são inesgotáveis também é uma normose geral em plena regressão.

Mais uma causa fundamental de destruição da vida no nosso Planeta é a Normose

Consumista já conhecida sob o termo de Consumismo. É ela que deu ensejo ao
aparecimento do novo conceito econômico de Desenvolvimento Sustentável ou melhor
ainda Viável. A Normose consumista transforma a população do mundo num verdadeiro
formigueiro destrutivo da vida no Planeta.

4. NORMOSES ESPECÍFICAS.

No domínio da alimentação encontramos inúmeros tipos de normoses, as quais podemos
agrupar sob o termo de "Normoses Alimentares" . um exemplo clássico e histórico
encontramos na China quando da introdução pelos ingleses das indústrias de refinação do
arroz. Começou a aparecer o Beribéri que não se manifestava entre os consumidores de
arroz integral.

Nesta categoria podemos colocar todos os alimentos industrializados cancerígenos tais
como os corantes alimentares e as conservas enlatadas. O consumo de açúcar refinado é
uma das causas de cáries dentárias nas crianças que comem muitas balas. Uma normose
específica refere-se a certos países produtores de café os quais produzem uma dependência
e este produto gerando cardiopatias e excitação nervosa. Aliás nesta categoria alimentar
podemos colocar todos os alimentos que praticamente todo mundo consome mas que são
patogênicos. Vamos seguir alguns a título de exemplo:

Batata frita (Colesterol) , Doces (Diabetes), Excesso de Sal (Hipertensão) , Refrigerantes
(Obesidade). Ainda dentro da categoria de normoses alimentares, convêm lembrar o
consumo de álcool sob todas as suas formas de vinho, cerveja, licor, whisky, cachaça etc....

Esta normose é reforçada por inúmeros rituais: Antes da refeição tem o aperitivo, durante
tem vinhos variados associados especificamente com certos tipos de pratos, depois tem o
licor com café, sem contar celebrações diversas regadas com Champanhe ou fartura de
cerveja. Ao longo do tempo se instalam o alcoolismo com as suas nefastas conseqüências
íntimas, familiares e sociais, sem contar a cirrose hepática, o "delírium tremens" e a morte,
para os que não conseguiram se moderar.

Hiper consumo de carnes, mereceria uma referência especial já que um relatório das

Nações Unidas recomenda a alimentação vegetariana já que só uma diminuição de dez por
cento do consumo de carne, só nos USA, permitiria com a economia realizada, alimentar
em grãos toda a população faminta do Planeta. Outra Normose provindo do consumo é a do
uso de carros. Embora se saiba que a poluição provocada pelo consumo de gasolina ameace
a vida dos cidadãos duas vezes: através da impureza do ar e da radiação provocada pelos
buracos da câmara de ozônio, a produção aumenta.

As normoses ligadas ao consumo são reforçadas pela pressão das mídias através da
publicidade e da propaganda. No caso do cidadão comum há uma crença baseada em
princípios democráticos de que caberia um carro para cada cidadão do mundo, o que nas
condições atuais seria um verdadeiro suicídio coletivo.

Existem muitos outros tipos de normoses específicas que merecem estudos especiais. Por
exemplo no domínio da ciência há uma normose materialista e mecanicista que dita
comportamentos e decisões perigosas para a vida no Planeta devido a sua ligação com
paradigmas ultrapassados. O mesmo acontece no campo da Medicina dominada por uma
visão própria da normose da Ciência em geral. Existe uma normose comum à maioria das
religiões que consiste em acreditar na sua própria superioridade sobre as demais o que leva
a conflitos e mesmo a guerra. Outra normose religiosa que sustenta os fanatismos é a que
consiste em se ater ao pé da letra dos textos sagrados esquecendo o espírito e a época em
que forma redigidos assim como os seus aspectos de mensagens simbólicas. A descrença
cientista atual em relação à existência de dimensões parapsicológicas e Transpessoal da
realidade pode também ser considerado como normose levando a um credo cientista
ocidental.

No domínio das relações amorosas, existe uma normose bastante destruidora do amor
verdadeiro; é a normose sexual que leva milhões de seres humanos a confundir amor com
sensualidade, limitando as suas relações com o outro sexo aos seus aspectos puramente
genitais.

Vamos citar ainda como último exemplo uma normose educacional que podemos chamar
de normose racionalista que decorre de uma deformação da Ciência no sentido do antigo
paradigma racionalista newtoniano-cartesia no o qual só aceita a lógica racional e os cinco
sentidos como meios de conhecer a verdade. A Educação copiou este modelo reprimindo os
seus aspectos intuitivo e sentimental.

Poderíamos multiplicar os exemplos. Mas o espaço que resolvemos consagrar ao presente
artigo o impede. na próxima e última parte deste trabalho vamos examinar como se procede
a dissolução de uma normose estabelecendo proposições para uma Normoterapia.

5. PROPOSIÇÕES PARA UMA NORMOTERAPIA

Vamos retornar o exemplo de uma normose em franco declínio, pois isto nos permite
observar como está se efetuando a normoterapia, quer dizer a dissolução da normose.

Vamos retornar o exemplo da normose do fumo.

Esta normose na sua origem era específica de tribos indígenas. Se tornou uma normose
geral com a conquista das Américas pelos brancos.

Numa primeira fase da normoterapia, começou a divulgação dos efeitos patogênicos e
mesmo mortais do uso do cigarro. As mídias contribuíram muito, de maneira espontânea na
divulgação das descobertas médicas. Estamos aqui na fase social do processo. O público e a
própria imprensa começou a fazer pressão para tomar medidas legislativas. O público e a
própria imprensa começou a fazer pressão para tomar medidas legislativas. O Congresso
Nacional votou uma lei obrigando toda divulgação de cigarro a ser acompanhada da
expressão "O ministério da Saúde adverte: O cigarro faz mal a saúde". Mas as medidas em
níveis sociais não formam suficientes, apesar dos inúmeros debates pela TV reforçados por
conferências médicas. Esta primeira fase de Socioterapia teve que ser reforçada por
medidas no plano individual.

Com efeito no plano individual a normose se manifesta por uma neurose de dependência ao
cigarro. A Socioterapia foi indispensável acrescentar a psicoterapia nas suas modalidades
diversas, individuais e de grupo. Verificou-se que o próprio uso do cigarro era um modo de
aliviar tensões de ordem neurótica sem contar a sua gênese que se encontra muitas vezes
numa identificação com a figura masculina no caso dos meninos e numa afirmação
masculina na concorrência do movimento feminista.

Isto nos coloca em contato com a relação da normose com a neurose. Tudo indica que a
normose se instala na formação do superego e por identificação à ou às figuras parentais
portadoras dos componentes normóticos.

A experiência do cigarro nos mostra por conseguinte que a fase socioterápica no plano
social precisa ser reforçada no plano individual por medidas psicoterapeuticas. E quando
fala em terapia, torna implícitos os aspectos educacionais. Isto é bastante evidente na
normoterapia ecológica em franco andamento. A normoterapia tem que entrar nas escolas,
nas mídias e nos departamentos de recurso humanos (outra palavra de origem normótica...) .

Assim sendo a normoterapia se faz em dois níveis distintos porém correlatos.
Primeiro, no nível social podem e ou devem ser acionadas as seguintes medidas:
· Pesquisa dos efeitos patogênicos e letais
· Divulgação dos resultados em público pelos órgãos científicos e pelas mídias entre
outros.
· Ação das associações de consumidores, sindicatos e entidades de classes, fundações
e outros órgãos da sociedade civil.
· Pressão destes órgãos sobre o Legislativo visando elaboração e votação de leis
adequadas e sobre as autoridades policiais se for julgado conveniente.
· Divulgação das leis por todos os meios, visando a sua devida aplicação.
· Sociodramas, dinâmica de grupo e laboratórios de sensibilização em todos os
grupos ou coletividade onde for julgado conveniente inclusive desenvolvimento
organizacional holístico.

Segundo, no nível individual temos que pensar em termos educacionais e terapêuticos:

· Programas específicos de educação nas escolas, pelas mídias e empresas.

· Psicoterapia individual e de grupo. Aqui são incluídas conforme o caso, as centenas
de modalidades existentes. Convêm os psicoterapeutas terem formação ou
informação sobre o assunto para ficarem atentos quando aparecem sinais de
normose.

· Programas educacionais para os pais e as famílias.

Com estas medidas de Normoterapia, estaremos contribuindo para uma mudança cultural
indispensável no plano mundial. Temos um exemplo desta possibilidade na UNESCO cujo
Diretor Geral, Frederico Maior, desencadeou um movimento mundial de transformação da
Cultura de Violência em que está mergulhado o mundo, em Cultura de Paz. Por detrás desta
sugestão se encontra uma verdadeira normoterapia em escala planetária.

Pierre Weil

Como Doar em Todo Brasil - Cruz Vermelha e Hemocentros

“Em tempos como estes corações humanos choram e lamentam, com toda verdadeira razão para assim o fazer.
 No entanto, é justamente em tempos como estes que nós devemos aprender a abrir nossos corações e oferecer amor como um sacramento.
Pois, veja você, existem mais razões para fazer isso, do que razões para não fazer isso.
Sim, em tempos como estes eu rezo por uma chuva de amor que venha regar as feridas dos corações humanos.
E que nesta divina intervenção
As amargas lágrimas salgadas
Se tornem doces pérolas de sabedoria
Vivendo na alma
E tornando-a novamente um todo”. 
Rudolf Steiner

Onde Doar 

Av. Moreira Guimarães, 699 - Indianópolis - São Paulo - SP - CEP 04074-031

Voluntariado
5056-8675
voluntariado@cvbsp.org.br
 
No momento, as prioridades de doações são alimentos
(arroz, feijão, biscoitos, açúcar, leite longa vida, etc) e itens de higiene pessoal e limpeza (sabão em pedra, sabão em pó, sabonete, detergente, fraldas descartáveis, papel higiênico, etc) Esses itens são fundamentais para o atendimento rápido às vitimas de desastres naturais. Não estamos aceitando roupas. Não retiramos doações. 
Horário para entrega: segunda a sexta-feira, das 09h às 18h.



Cruz Vermelha em Belo Horizonte (todos os dias de 9h às 18h)
recebe doações de tudo, inclusive de mão-de-obra para separar as doações.
End.: Alameda Ezequiel Dias, 427 / Tel.: 3239-4200

>Doação de Sangue: HemoMinas
End. Alameda Ezequiel Dias, 321 / Tel.: 3226-2002
(por coincidência é perto da Cruz Vermelha, se animar visite os 2)
 
ALAGOAS
Endereço: Av. Com. Gustavo de Paiva, 2.889 - Mangabeiras
CEP:57.038-000 - Maceió – AL
Tel.: (82) 3325-2430 – Fax: (82) 33325.1607

AMAZONAS
Endereço: Parque Residencial Adrianópolis, QB – Casa 16
CEP:69.020-210 - Manaus – AM.
Tel. Res.: (92) 3236.5704

BAHIA
Endereço: Av. Luis Eduardo Magalhães, 3091
Bairro: Cabula
CEP:41.150.595, Salvador – Bahia
Tel.: (71) 33410414 – (71) 3555.4112

CEARÁ
Endereço: Rua José Lourenço, 3.280 - Aldeota
CEP: 60.115-282 - Fortaleza – CE.
Tel.: (85) 3472.3535 / (85) 3472-3531

DISTRITO FEDERAL
SCLRN 715, Bloco C, Loja 25
Brasília - DF
Tel.: (61) 3361.6904

MARANHÃO
Endereço: Av. Getúlio Vargas, 2342 - Monte Castelo
CEP: 65.025-001 - São Luiz – MA
Tel.: (98) 3222-4331

MATO GROSSO
Endereço: Av. Historiador Rubens de Mendonça (Av. do CPA) s/n° ao
lado do Comando Geral da Polícia Militar
CEP: 78.058–970 Cuiabá – MT
Tel.: (65) 3641.2629

MATO GROSSO DO SUL
Endereço: Av. David Correia Leite, 273 Universitaria 2
CEP: 79.071-310 Campo Grande – MS.
Tel: (67) 3388.0056

MINAS GERAIS
Endereço: Alameda Ezequiel Dias, 427- Centro
CEP: 30.130-110 - Belo Horizonte – Minas Gerais
Tel.: (31) 3224.2987 / (31) 3226.4233

PARÁ
Endereço: Av. Gentil Bitencourt nº 1.840 Bairro São Braz
CEP: 66.040-000 Belém – PA.
Tel. Filial (91) 3226.2556 / Fax 3226.5934 / 3226.2554

PARANÁ
Endereço: Rua Vicente Machado, 1.310-Centro
CEP: 80.420-011 - Curitiba – PR.
Tel:(41) 3016.6622 / (41) 3017.5260
Fax: (41) 3017.5261

PERNAMBUCO
Endereço: Rua Itaquicé, 140 IPSEP
51.350-160 Recife m- PE.
Tel.: (81) 3224.5906

RIO GRANDE DO NORTE
Filial do Estado do Rio Grande do Norte
Rua Gastão Mariz, 191 Nova Descoberta
CEP: 59.075-280 Natal – RN
Tel:(84) 3234.1292

RIO DE JANEIRO
Endereço: Praça Cruz Vermelha, 10/12 Térreo Centro
CEP: 20.230-130 Rio de Janeiro – RJ.
Tel.: (21)2508.9090
Cruz Vermelha Rio de Janeiro -
Cruz Vermelha em Nova Iguaçu

RIO GRANDE DO SUL
Endereço: Av. Independência, 993 - Centro
CEP: 90.035-076 - Porto Alegre – RS.
Tel.: Filial (51) 3391.5955 – 3391.5953

SANTA CATARINA
Endereço: Rua Santos Saraiva, 821 - Estreito
CEP: 88.070-100 - Florianópolis – SC.
Tel.Filial (48) 3244.6681 e-mail cruzvermelhasc@gmail.com
Tel.: (48) 3244.4718

SÃO PAULO

Endereço: Av. Moreira Guimarães, 699 - Indianópolis
CEP: 04.074-031 - São Paulo – SP.
Tel.: (11) 5056-8666
Cruz Vermelha em SP

Ajuda a animais da região serrana do Rio
(eles também estão sofrendo, e MUITO!)

Um minuto de silêncio


O Blog Cida Medeiros, está de luto.

Sinto muito pelas perdas e por todo sofrimento de tantas pessoas devido as catástrofes ocasionadas pela chuva e pelos deslizamento das encostas no Rio de Janeiro. Enchentes em Minas, em outros Estados e os prejuízos aqui em São Paulo. E todos que sofrem no mundo, em outras regiões atingidas do planeta e que estão no completo desamparo.

É muito duro você ver e sentir o que essas pessoas sentem num momento desesperador como esse.

A natureza humana não está ainda preparada para esse tipo de evento.

O que é Ressonância mórfica

Ressonância mórfica: a teoria do centésimo macaco
Na biologia, surge uma nova hipótese que promete revolucionar toda a ciência.


Era uma vez duas ilhas tropicais, habitadas pela mesma espécie de macaco, mas sem qualquer contato perceptível entre si. Depois de várias tentativas e erros, um esperto símio da ilha "A" descobre uma maneira engenhosa de quebrar cocos, que lhe permite aproveitar melhor a água e a polpa. Ninguém jamais havia quebrado cocos dessa forma. Por imitação, o procedimento rapidamente se difunde entre os seus companheiros e logo uma população crítica de 99 macacos domina a nova metodologia. Quando o centésimo símio da ilha "A" aprende a técnica recém-descoberta, os macacos da ilha "B" começam espontaneamente a quebrar cocos da mesma maneira.

MUSICOTERAPIA


MUSICOTERAPIA

          Em alguns países vem-se aplicando experimentalmente a música como uma forma de terapia, incluída nas chamadas medicinas alternativas, juntamente com a cromoterapia, que é o tratamento pela cor (é lembrar o sarampo e as janelas cobertas de vermelho).
          Pois bem, foram detectados efeitos que não podem ser atribuídos ao acaso com músicas que reproduzem os sons do mar, os cantos dos pássaros, água a correr, etc. Notou-se com espanto que algumas músicas de Brahms faziam aumentar a produção de leite em vacas devidamente testadas.
          O mais espantoso, porém, foi que as obras de Beethoven, com particular destaque para as sinfonias, tinham efeitos terapêuticos e anímicos absolutamente comprovados. Segue uma lista:

A PRIMEIRA SINFONIA
          Estimula a motivação e a autoconfiança;
A SEGUNDA SINFONIA:
          Gera grande força de vontade, poder de decisão;
A TERCEIRA SINFONIA:
          Equilibra o sistema nervoso; combate a tensão, o pessimismo, a incerteza e o desânimo;
A QUARTA SINFONIA:
          Ajuda a eliminar sentimentos negativos como o ódio, o ciúme, o egoísmo, o desejo de vingança e a luxúria;
A QUINTA SINFONIA:
          Estimula a reflexão existencial;
A SEXTA SINFONIA:
          Desperta a criatividade, estimula a esperança, a autoconfiança e a busca de novos caminhos;
A SÉTIMA SINFONIA:
          Propicia a auto-análise e, consequentemente, amplia o autoconhecimento; permite maior aprofundamento no inconsciente e encoraja o caminho da espiritualidade;
A OITAVA SINFONIA:
          Eleva o discernimento, abrindo os campos da consciência a formas superiores de ser e de perceber;
A NONA SINFONIA:
          Induz à devoção mística e permite o contacto com estados mais refinados da consciência.

Boléro de Maurice Ravel - Espetacular

Consumo Consciente 3 "O Papel"

Mais um episódio sobre o Consumo Consciente, falando agora da origem do papel e os meios utilizados para produção.

Espalhe essa idéia:

Sofrimento no Relacionamento


"Aquele que amou e teve um relacionamento pode ficar sozinho. Mas essa solidão tem um caráter totalmente diferente, não é solidão. Essa pessoa viveu um relacionamento, satisfez o seu amor, conheceu o outro e conheceu a si mesmo por meio do outro. Agora ela pode conhecer a si mesmo diretamente, agora o espelho não é mais necessário."
Extraído do livro "Viver e Morrer" Osho

Osho diz que dentro de um relacionamento o outro funciona como um espelho. Reflete ela própria, reflete partes de si mesmo, por meio do relacionamento ela percebe seus sentimentos, conhece a sua raiva, ganância, ciúme, possessividade, vingança e ódio. Mas também, conhece sua compaixão, amor e milhares de disposição do seu Ser.

Portanto, todo relacionamento é uma oportunidade de crescimento. Mas não esqueça, o que te oprime na relação pode ser um aspecto de você mesmo que está em questão. O outro é espelho. Procure conhecer melhor essa face do que um relacionamento é capaz de provocar, assim que você percebe e se dá conta, o sofrimento tende a diminuir e  até desaparece.

Cida Medeiros

Valores Humanos segundo Prem Baba


Queridos leitores, saudações,

No ano passado em 12 de dezembro fui convidada por uns amigos a conhecer e participar do Satsang de Sri Prem Baba.
Bateu dentro do meu coração a mensagem do Mestre. Ressoou dentro de mim e abriu mais uma porta dentro desse campo de entendimento do Divino.

Sinto em Prem Baba que suas palavras são recheadas de sabedoria e amor.

Por isso, estou compartilhando aqui no meu Blog essa mensagem para você.

Abraços

Prem Baba, diz:

A arte nas suas variadas expressões é uma das ferramentas que utilizamos para ensinar as crianças sobre os valores humanos e espirituais. Eu compreendo que a chance que temos de recriar o paradigma social está na educação das crianças. A única possibilidade de ressignificar esse paradigma que tem base no medo e que sustenta todas as matrizes da nossa sociedade é ensinando para as nossas crianças os valores espirituais. Podemos dizer com certeza que todas as doenças sociais nascem do medo da escassez e esse medo nasce da inconsciência sobre a sua natureza divina. Uma gota de água que se sente separada do oceano precisa se proteger, precisa acumular, competir, disputar... Tudo isso para sustentar a idéia de que é a gota e não o oceano. Toda a educação destinada à entidade humana em evolução neste planeta reafirma a idéia de que a ela é uma gota. Algumas afirmam até que o oceano não existe ou, se existe, é algo que está fora ou separado dela, o que cria ainda mais angustia por sentir-se separada e sozinha. Ela se sente distante da fonte.

A distância entre a criatura e o criador é muito grande dentro deste paradigma criado pela mente humana. Os sistemas de educação sustentam que devemos temer o criador e que jamais poderemos tocá-lo ou então que devemos bajulá-lo para conseguir alguma concessão, alguma misericórdia. Isso sustenta uma representação mental de Deus que é somente uma projeção dos pais. Enquanto mantivermos essa idéia de Deus, irremediavelmente seremos lançados ao vale do sofrimento. O sofrimento é um produto do sentimento de separação e isolamento. Você se sente sozinho. Cada gotinha vive sua vida, cada qual com as suas idéias a respeito da vida, cada qual com seu ponto de vista e constantemente sendo estimuladas a disputar umas com as outras. Como estão desconectadas da fonte, precisam tirar energia de algum lugar então começam a tirar energia do outro. Você tira a energia do outro fazendo ele se senti menos. Você precisa se sentir mais do que o outro para estar energizado. Você precisa da energia da impotência do outro porque está desconectado da fonte de energia que é o oceano, que é Deus, o amor infinito.

As crianças são treinadas para buscar felicidade fora. Então, a entidade humana em evolução é uma vítima da crença de que, se possuir coisas e tiver poder material, ela será feliz. Deus se transformou em dinheiro. Essa é uma das distorções básicas da nossa sociedade. Nós damos um valor equivocado para o dinheiro e estamos sofrendo as conseqüências deste karma. O dinheiro é um poder muito grande e nós distorcemos esse poder dando a ele um lugar equivocado. Damos a ele valores emocionais e psicológicos que nada tem a ver com ele. Damos até mesmo valor espiritual: o dinheiro se tornou Deus nessa sociedade global. Você tem que pegar as coisas, você tem que conseguir as coisas. Você tem que ter a casa, o carro e tudo aquilo que acredita que vai lhe trazer felicidade, mas se esquece que tudo isso é Deus que lhe dá. Esquece que o dinheiro é apenas um meio; uma energia neutra que deve ser apenas um veículo.

As nossas crianças estão buscando senso de identidade fora. Elas têm que adicionar valor a falsa idéia de Eu. Daí a infinita voracidade para tentar aliviar o vazio de não saber quem é. Você acredita ser o seu nome, a sua forma, a sua história. Você se sente incompleto. Se você for uma gota, inevitavelmente estará incompleto. Essa é a sua angustia. Mas, é um equivoco porque você não é a gota; você não é seu corpo, a sua história ou o seu nome.

E como você alivia essa angustia? Tendo coisas. E para sentir-se energizado você precisa ter mais do que o outro. Você tem que tirar energia de algum lugar por estar desconectado. Ai está a fonte da miséria humana.

Então, é fundamental que possamos ensinar as nossas crianças a respeito da nossa realidade espiritual. Temos que fazer com que elas se voltem para dentro. É o mesmo trabalho que eu estou fazendo com vocês, adultos. Mas, com vocês é muito mais difícil porque as crenças estão mais cristalizadas. Eu posso falar que Deus está dentro e que você é uma fonte de amor e você até acredita, mas intelectualmente.

Porém, no mais profundo, você continua sentindo que Deus é uma extensão dos seus pais e aquilo que foi ensinado nos primeiros anos de vida. Porque todas as aquisições recebidas nos primeiros anos se tornam referência para a formação da sua personalidade. Daí essa distância tão grande entre o que você pensa e o que você sente. Seus sentimentos estão baseados nos programas que foram instalados lá atrás. É um trabalho de reprogramação que está sendo feito, inclusive a nível celular. Esse é o significado do descondicionamento. É ressignificar toda uma visão, um jeito de ver o mundo. É transitar do medo para a confiança. É ir de fora para dentro. É compreender que o que você está buscando está dentro e não fora. Você tem que aprender a olhar para dentro. A fonte está dentro, o oceano está dentro. Você é uma gota que faz parte do oceano e tem que voltar para ele. Mas, isso somente é possível se você olha para dentro.

A meditação precisa ser ensinada para as nossas crianças. Elas precisam aprender a meditar, assim como você precisa aprender a meditar. Você precisa compreender que a meditação é o elemento mais importante da existência porque é a forma de você se reconectar com a fonte. Voltar-se para dentro, esse é o caminho. Aprender a valorizar aquilo que realmente é significativo. O que é significativo? O amor, a verdade, a não violência, a cooperação, o respeito... Tudo isso precisa ser ensinado. É preciso ensinar que Deus habita em cada ser vivo e deve ser reverenciado. Então, ensinamos também o respeito às encarnações divinas de Deus que são lágrimas de misericórdia que chegam nesse planeta. Um oásis nesse deserto. Temos que ensinar para as nossas crianças o valor dessas encarnações divinas, o valor de um mestre espiritual, de um guru que são portas de acesso aos planos superiores. Devemos ensinar o poder da devoção que é o caminho mais rápido para a libertação do vale do sofrimento. É quando você conecta o seu coração com um coração liberado; quando conecta a sua mente com uma mente liberada. Então, é óbvio que você se libera.

Isso somente é possível se o ceticismo for erradicado das nossas células; se esse aspecto do medo for erradicado. O medo nasce da idéia equivocada de que você é uma gota. Você tem medo de voltar para o oceano e por isso quer quer sustentar a idéia equivocada de que é uma gota. Ninguém gosta de sofrer, mas ninguém larga o sofrimento. É algo que você não gosta, mas não larga porque teme deixar essa idéia de quem é você. Você tenta quebrar todas as pontes. Tudo aquilo que pode levá-lo à fonte, ao oceano, você tenta eliminar. Daí nasce o pavor absurdo que o ocidente tem da espiritualidade. Vocês que estão aqui representam um percentual muito pequeno; são pessoas especiais, que já trilharam muito e puderam relembrar do caminho. Vocês estão se voltando para dentro, mas de uma forma em geral o mundo está completamente preso ao paradigma do medo da escassez. Preso em toda essa materialidade que é uma forma de proteger a falsa idéia de identidade.

Eu sinto que é muito importante para que a nossa missão obtenha sucesso, nós focalizarmos na educação das crianças e na transmissão de valores humanos e espirituais que precisam ser ensinados desde cedo. Caso contrário, teremos sempre que correr atrás do prejuízo que é um trabalho muito lento. Vocês estão vendo o quanto é difícil descondicionar a mente. Por isso precisamos trabalhar, obviamente, descondicionando as mentes que já estão condicionadas, mas também temos que cuidar para que as crianças não caiam nessa armadilha de Maya.

Hoje é um dia especial para essa tradição espiritual orientada pelo raio crístico.

Eu sou herdeiro de uma das tradições da floresta que é orientada por esse raio e é por isso que as crianças estavam fazendo uma peça em homenagem a essa tradição.

(hino)

Esse é um hino que conta uma experiência de quando uma pessoa que sai do corpo e visita os reinos celestiais. Quando diz: “Estou indo para o rio de janeiro” significa que está indo para os reinos celestiais. “O povo todo chorava” (porque todos pensam que você está morrendo); “E eu sorria de alegria”; “Era um dia sombrio de muita ventilação; Vou sair das águas escuras; Vou entrar nas águas brancas”. Isso porque quando você tem a experiência real de samadhi, reconhece que não é o corpo e tem a chance de visitar os mundos celestiais, esse é um marco na sua evolução espiritual. Você sai das águas escuras que são geradas pela sua identificação com a matéria, que representam toda essa ilusão a respeito de você mesmo e toda a disputa criada pela gotinha. Isso são as águas escuras. Mas, quando você pode visitar os mundos celestiais e experienciar o eterno Um, toda a guerra desaparece.

“Entrei nas águas brancas vi primores e maravilhas; Meu coração se abriu de alegre ele sorriu”. Não tem mais porque implorar por atenção, mendigar por um olhar. Não há porque sentir raiva do outro porque você compreende o estado de sono e miséria que ele se encontra. O seu coração se abre de compaixão. Você só quer ajudar o outro a acordar mesmo que ele queira te matar. Você apenas sente compaixão. Você sabe que isso é somente um estado de ilusão. Ele ainda está nas águas escuras; ainda está com a visão fechada. Quando você tem esse acesso ao eterno, o seu coração se abre e você só quer fazer o bem. Então você se move para a autêntica caridade, em direção ao verdadeiro altruísmo e estende a mão para o outro.

Por isso essa experiência é a mais importante na vida da entidade humana porque é uma experiência direta de Deus. Uma experiência do amor divino. Você deve dedicar toda a sua energia para isso porque, ao experienciar isso, você realiza um grande salto. Você se liberta do grande medo que apavora a alma e gera toda a miséria que descrevi há pouco. Então, eu sinto que para que possamos um dia viver num mundo melhor, temos que começar a ensinar esses valores para as nossas crianças. Elas precisam começar a aprender desde cedo sobre essa realidade espiritual para que possam deixar de ter medo da experiência espiritual.

O adulto com a mente condicionada se move para a espiritualidade com tanto medo. Medo de ter o cérebro lavado, medo de perder as crenças e verdades emprestadas. Medo de perder as suas referencias. Leva tanto tempo para conseguir dar um passo, muitas vidas são necessárias para despertar. Eu sinto que até hoje foi muito difícil introduzir uma metodologia baseada em valores humanos e espirituais para as nossas crianças, mas conseguimos dar um passo significativo. Temos que reconhecer que trabalhamos bem e que os alicerces da nova era estão sendo forjados. Agora está sendo possível oferecer isso para uma grande parcela de crianças. Muitas crianças já preparadas estão chegando para receber esses novos influxos espirituais. Elas já vêm com o código genético preparado para isso, possibilitando um futuro mais condizente com os nossos corações.

Muito bem, meus amados amigos, que o dia 6 de janeiro seja sempre louvado. Esse é o dia em que uma encarnação divina é reconhecida; é o dia do reconhecimento da divindade. Não importa se essa data é comemorada por uma tradição específica, não importa qual seja essa tradição, o que importa é que a divindade está sendo reconhecida. Ela está sendo louvada. O caminho verdadeiro está sendo mostrado. O caminho de volta ao lar está sendo desvendado, reconhecido e valorizado. Esse dia merece ser lembrado. Que sabe possamos fazer com que todos os dias do ano sejam assim. E que possamos sempre lembrar-nos e louvar a todas as manifestações divinas. Que possamos honrar todas as portas que nos levam para os mundos celestiais.

Eu vejo a beleza dessas tradições como essa que acabei de citar. Nela, hoje é o dia do ano novo. O ano novo é comemorado no dia em que se reconhece a divindade, o dia em que se entregam os trabalhos espirituais feitos durante o ano e então podemos nos abrir para um novo ano. O dia escolhido para entregar os trabalhos e reiniciar um novo ciclo é o dia que se reconhece a divindade. Não é lindo?


Eu rezo para que você seja merecedor de ser guiado pela estrela que te conduz a porta de acesso aos reinos celestiais.


Até o nosso próximo encontro.

NAMASTE


Satsang - Sachcha Dham Ashram, Rishikesh, Índia - 06/01/2011


SACHCHA MISSION - O CAMINHO DO CORAÇÃO
Sachcha Mission Ashram - Nazaré Paulista - SP
Fone: (55) (11) 4597.1958 - www.prembaba.org.br

Constelação Familiar com Cida Medeiros 08.01.11

Olá querido leitor,
Esse Sábado, Jornada de Cura.
Venha sempre, assim você fica por dentro das últimas novidades!
E quando puder, venha conhecer esse trabalho. É muito especial.
Ou então podemos levá-lo para sua cidade, entre em contato.
Abraços e bom Final de Semana! Cida Medeiros
Click na imagem para ampliá-la.

Cidadão Planetário

Adalberto Wodianer Marcondes (Dal Marcondes) foi eleito Cidadão Planetário e fez essa gravação dirigida a todos do CMCP (Conselho Mundial de Cidadania Planetária) por ocaisão da entrega dos títulos...
Esse video foi partilhado para todas da rede Retrans, que é uma rede Transcultural Holística com membros de todo Brasil. E Elizabete Otelac, Membro e Embaixadora do Conselho Mundial de Cidadania Planetária - CMCP - Cidadã Planetária (Título honorífico acadêmico expedido pela Faculdade Antônio Propício Aguiar Franco - FAPAF em 2010, compartilhou esse video com todos os membros da rede. E estou compartilhando aqui com vocês. Ouçam a Mensagem:



Se quiser, conheça o Blog Envolverde

Vale a Pena ler: Cultura da Paz
Caso queiram fazer parte desse rede é só juntar-se a nós, clicando a seguir:


Visit RETRANS - REDE TRANSCULTURAL HOLISTA

Constelação Familiar dia 08.01.11

Jornada de Cura
Através da

Constelação Familiar

Com Cida Medeiros


Essa é uma vivência muito especial, inspirada
no Campo de Sabedoria do Universo Xamânico
e com os Princípios das Constelações
Familiares segundo Bert Hellinger.

“Desatando os nós do Destino”
é o enfoque dessa Jornada de Cura.

Adquira mais recursos internos para começar
bem seu ano. Dissolvendo aquilo que amarra
sua vida e soltando seu potencial de realização.

Constelar R$ 224,00 e Participar R$ 29,00

Sábado
08.01.11
Das 9 às 13 h

Paz Géia – Rua Prof. João de Brito, 120
(11)3846-5211 ou 11 9638-3190 e 11 5539-0419
www.cidamedeiros.org
www.pazgeia.org.br

O que é Cidadania Planetária.



Cidadão Planetário é o que todos somos. Todos somos irmãos, cuja a Mãe é nossa Terra e o Pai o Universo. Sabemos que não podemos viver no Paraíso eterno ignorando o sofrimento daqueles que vivem de forma miserável.

Ser cidadão planetário é despertar essa consciência da Cidadania e viver buscando o bem de todos.

A Gradeza do Ser Humano está em servir a Humanidade.

Cida Medeiros


Visit RETRANS - REDE TRANSCULTURAL HOLISTA

O Formato Verde


Queridos leitores,

Segue aqui o link para baixar para seu computador o novo formato de arquivo sustentável, pois se você criar um texto e salvar nesse formato ao distribuí-lo pela Web, evitará que o mesmo possa ser imprimido.

Isso significa uma mudança de hábitos, em nome do meio ambiente, evitando assim a degradação de nossas florestas e o uso excessivo do papel.

Passe adiante essa idéia.

Eduque em seu meio.

Vamos tomar uma atitude que possa colaborar com todos os detalhes com a questão da sustentabilidade e do Meio Ambiente.

O formato da WWF é um PDF que não podem ser impressos. 
 
É uma maneira simples para evitar impressões desnecessárias. 
 
Então aqui está sua chance de salvar as árvores e ajudar o meio ambiente.  

Decidir por si quais os documentos que não precisa imprimir - em seguida, basta salvá-los como a WWF.
 
SALVAR AS WWF, salvar uma árvore
Download software WWF agora gratuitamente
Mais informações no Site: WWF