Satsang de Sri Prem Baba 31.12.2010

Trecho do Satsang de SRI PREM BABA na manhã do dia 31de dezembro, no Sachcha Dham Ashram, Índia.

Como hoje é o ultimo dia de 2010, o fim de um ciclo, eu sinto que é uma oportunidade muito boa para fecharmos algumas portas. Que possamos encerrar junto com esse ano a nossa disposição em servir alguns “eus” psicológicos. Eu sugeri que, nesses dias em que estamos nos afinando com esse campo de prece do Sachcha Dham Ashram, que você colocasse o foco da sua atenção em identificar aquilo que te perturba; aquilo que agita o lago da sua mente. Eu sugeri uma prática. Ao longo do dia você deveria perguntar-se repetidas vezes: Onde estou? O que estou fazendo, Quem habita esse corpo? Essa seria uma forma de parar o pensador compulsivo e de invocar a presença para ajudá-lo a identificar aquilo que agita a sua mente. Eu vejo que muitos puderam identificar, mas somente identificar não é o suficiente. Se faz necessário tomar uma atitude, fazer uma escolha. Qual é a escolha que você pode fazer? Qual é a atitude objetiva que você pode tomar para eliminar esse fator que agita a sua mente? O que é que você pode fazer para iluminar esse fator?

Eu não estou falando de nada muito grandioso, estou falando de uma atitude que está ao seu alcance. Estou falando de um comprometimento com a sua evolução.
Qual é o mau hábito que você já pode renunciar? Talvez renunciar um adiamento, uma procrastinação. Qual é a renúncia que pode ser feita hoje? Qual é o compromisso com o seu Ser que pode ser feito hoje? Mesmo que isso soe como uma austeridade. Eu estou falando de uma austeridade inteligente, não estou falando de uma austeridade estúpida que nasce da ignorância e não vai te levar a lugar algum. Eu estou falando de uma austeridade que nasce da sua compreensão, algo que você já identificou, estudou e sabe que pode fazer.

Então, a minha sugestão é que você passe o dia de hoje fazendo trabalho de identificação daquilo que você vai abrir mão junto com o ano de 2010; O que você vai assumir fazer em 2011. Eu estou falando de uma atitude que significa um compromisso com a sua evolução espiritual de algo que vai ajudar a fortalecer a sua vontade e a sua conexão com a divindade. A minha sugestão é que você não queira dar um passo muito grande e depois não possa cumprir. Estou falado de algo que você vai se lembrar todo o tempo até que se torne natural. Você começa com disciplina, redirecionando os vetores da vontade (austeridade inteligente) até que isso se transforme num estilo de vida. Essa é uma ferramenta que ajuda no descondicionamento. Você tem um dia para focar nisso.

E eu convido você para voltar aqui às nove horas da noite (horário da Índia) para assentamos esse compromisso e também para cantar e dançar para receber 2011. Vamos ficar aqui por uma hora ou duas para firmar esse compromisso com a luz e para podermos agradecer por tudo que nos foi oferecido esse ano e para podermos nos abrir para receber o que chegará no próximo ano.

Então vamos continuar despreocupados, calmos e tranqüilos apenas nos observando, lembrando de se perguntar: Onde estou? O que estou fazendo? Quem ocupa esse corpo?

Até breve.
NAMASTE
Gratidão a Durga Prema por compartilhar na rede do Facebook, esse ensinamento de Sri Prem Baba, estou postando aqui no meu blog para que o público que acessa meu Blog, possam ler também. Abraços!
Feliz 2011

O Sábio e a Paz

"A primeira paz, a mais importante, é aquela que está dentro da alma dos homens, quando compreendem sua relação, sua união com o universo e todos os seus poderes, e quando compreendem que no centro do universo reside Wakan Tanka - O Grande Mistério e que o verdadeiro centro está em toda parte. Está dentro de cada um de nós. Essa é a Paz Verdadeira sendo as demais apenas reflexos desta. A segunda paz é a que acontece entre os indivíduos. E a terceira paz é vivenciada entre as nações. Mas acima de tudo, deves entender que nunca poderá haver paz entre as nações antes que se estabeleça a verdadeira paz na Alma dos Homens."


Hehaka Sapa - Alce Negro, Sábio Lakota Sioux Oglala. Lakota -

E a Paz? Como se faz?


Caro leitor, é impressionante como essa semana recebi inúmeros relatos de clientes, amigos, conhecidos e familiares, queixando-se de desarmonias em sua família.



Brigas, desentendimento, mentiras, violências e toda a sorte de acontecimentos que vão contra os valores pregados nessa época.

Pessoas inundadas de sofrimento por conta de quererem a paz entre os seus, mais verem aflorar sentimentos hostis de violência e ódio.

Que contradição, não?

Choram e se lamentam por verem o sentimento de união, irmandade e solidariedade fugir como pássaro assustado por entre os vãos das paredes, à perder de vista...

A pomba, símbolo da paz, precisou alçar voo, para não ser atingida pela panela voadora da violência familiar.

Eu fico feliz se você segue lendo esse escrito, pois significa que existe algum nível de abertura em seu coração e isso, por si só, já é uma bênção. 

Primeiro porque existem inúmera pessoas que não sabem sequer ler. 

Outras que lêem mais não tem capacidade de entender nada... além da fofoca ou do titi dos últimos acontecimentos e entendem tudo segundo a visão distorcidas de seus egos.

Outros, que estão absolutamente tomados pela cegueira do fanatismo.

Muitos acorrentados pelo vicio.

E outros fatores, que você deve conhecer e ter a alguma opinião à respeito.

Nesse época do Natal, tudo convida, a todo tipo de ilusão.

Agora, falando de Cultura da Paz e Não Violência...

Enquanto ficarmos esperando que o outro dê o primeiro passo para a solução de um conflito, estaremos agarrados numa emocionalidade sem fim e sem propósito.

Alimentando a Neurose e tendo como maior desafio, o Arquétipo do Mártir ou então, da Vitima.

Quer dizer, ou eu "Salvo' ou eu "Sofro". Mais de qualquer forma, sou dono da "Verdade"...

Ser dono de algum tipo de Verdade é outro desafio para o entendimento.

Querer que sua Verdade prevaleça é a ruína total de uma comunicação saudável.

Difícil assim...

Mandatos internos, carregados de crenças, ações automáticas, pouca auto-reflexão é o caminho certo para a "trombada" de egos inflados, cegos e cheios de ilusão.

O que fazer?  Ouvir com amor.

Todos nós temos o dever de aprender a Comunicação Não Violenta, saber sobre os princípios da Carta da Terra, sobre os valores da Cidadania e Direitos Humanos para colaborar efetivamente.

Depois a espera para ver o que move dentro e reverbera fora.

Se você não agir, não der um passo em direção a seu auto-respeito, ao seu amor próprio e a ação solidária em busca de uma nova educação, sinto muito...

Eu sinto muito, sou apenas um instrumento, tentando afiar uma corda para que o som possa sair melhor de dentro de cada um, mais milagre quem faz é Deus, o Divino, como queira chamar... E mesmo o milagre para agir, a pessoa precisa ter Fé.


Isto é: Faça alguma coisa!!!!!!!!!!!!!!!!!

Saia do comodismo! Da mesmice! Da Reclamação! Da Intolerância! Da Cobrança!
Pare de cobrar do outro, aquilo que você não é capaz de realizar por você!!!!!

Acorde!

Ou então durma...

Mais vamos ver um pouco mais amplo...Alçar voo...o voo da Águia!

Que possa ser você, também, um agente da Paz!

A Tolerância, solidariedade e a clareza em compartilhar com pessoas no dia a dia com a consciência de respeitar os direitos individuais e a liberdade de opinião são ações colaborativas para Construção de uma Cultura da Paz.

As atitudes internas que já são impregnadas de novos valores podem conduzir a sustentação de novos paradigmas que possibilitam o ser a uma reflexão profunda sobre seu comportamento.

Quando ferimos preceitos éticos, quando exigimos do outro qualquer ação que desrespeita o seu querer interno em nome de uma imagem de perfeição social, criamos conflitos e violamos o direito do outro.

Bert Hellinger fala muito sobre as ordens do Amor, como principios que norteiam uma conduta saudável e respeitosa.

O sofrimento quase sempre está por detrás dessa atitude de querer que o outro realize a nossa imagem de perfeição. 

Normalmente essa ação colabora para que a guerra se faça.

Para se resolver conflitos entre pessoas é necessário uma maturidade interior e uma intenção muito verdadeira de ouvir o outro a partir do referencial de entendimento que aquela pessoa  possui.

Sempre refletindo à fim de incluir contextos mais amplos, que tenham como base a cidadania planetária, a Carta da Terra, os Direitos Humanos, o Direito restaurativo e fundamentalmente o meio ambiente e que possam gerar novas condutas de comportamento. 

Ouvir a fim de compreender. Educar à fim de Evoluir.

Muitas vezes é necessário um Mediador, para que a solução possa se dar, quando os ânimos estão muito exaltados e as pessoas perderam o foco.

Prevenir é melhor que remediar. A Não-violência é possível a partir de uma escuta respeitosa e uma renuncia de querer se manter sempre com a razão.

Assim, evitamos o drama da exclusão, a pobreza dos relacionamentos e a atrofia dos valores humanos.

A cultura de paz é um tema fundamental, pois assim, criamos uma nova cidadania, baseado em novos valores, onde a resolução de problemas se dá por meio do diálogo, da negociação e da mediação, de forma a tornar a guerra e a violência inviáveis.

2011 acena com a urgência da re-educação e a educação com os princípios da Cultura da Paz. 

Boa Reflexão!

Cida Medeiros

Alimentação - Consumo Consciente



É muito difícil a mudança de hábitos e sair do automatismo. Mas precisamos cada vez mais tomar consciência das urgências e não perder a noção do todo. A reeducação e a educação com foco no Meio Ambiente é a tendência do momento. Devido a urgência em se tomar as rédeas da situação, para que a Terra não entre em colapso nos próximos anos.

A presença do Mestre - Sri Prem Baba


Queridos Leitores, 


Se você veio até aqui, talvez precise ouvir essas palavras de Prem Baba.


Foi um encontro luminoso.

O  último satsang do ano que aconteceu no Espaço Hakka em São Paulo.

Abaixo segue a transcrição completa do satsang.

Veja um trecho do satsang no canal oficial de Prem Baba no ALEGRIAS!


Satsang de Encerramento do Ano


Hoje será o último satsang desta temporada de 2010. Após o satsang, vou me recolher por alguns dias, me preparando para iniciar um novo ciclo na Índia, onde eu passarei alguns meses. Tem algumas perguntas relacionadas a esse tema:

PERGUNTA: Prem Baba eu quero muito ir para a Índia, é um chamado forte, mas por que tenho tanto medo?

PREM BABA: Por que tanto medo? A verdade pode ser transmitida de uma forma suave, média ou profunda. (risos) Eu sinto que você que chegou até aqui, num dia como esse, está com muita sede de verdade. Você está com muita fome de verdade. Se não fosse assim você não seria atraído para esse campo de energia. Sendo assim, seria injusto se eu não lhe dissesse a verdade, por mais que ainda exista uma parte em você que ainda resiste à verdade. E, para falar a verdade, abrindo mão desses cuidados para que você não se ofenda com a verdade, indo diretamente no alvo, eu digo que lhe conheço. Eu sei exatamente quem é você, onde você está e onde pode chegar. Eu vejo os seus apegos nos dramas que você acabou criando para se defender.

Então, acontece esse estouro (o microfone fez um barulho estridente) quando você pensa na possibilidade de se aproximar de mim. Por quê? Porque existe uma parte em você que também sabe que eu te conheço e que, embora você esteja querendo realmente a libertação, existe uma parte que está muito comprometida com os dramas e jogos da mente. O medo é de perder a idéia de eu, de perder essa falsa segurança. O medo é de perder as suas referências. Quando você se aproxima de um mestre espiritual, o seu ego ascende o sinal vermelho: “perigo, perigo, perigo”. Porque essa aproximação significa que em breve não restará nada dele. Quanto mais você se aproxima, mais rapidamente essa dissolução acontece; mais rapidamente a idéia de eu desaparece.

Então, embora o seu eu consciente esteja querendo trilhar o caminho da iluminação, há partes separadas da sua personalidade que estão apavoradas com essa percepção de que elas podem desaparecer. E embora esse seja o seu destino, você teme realizar o seu destino.

Eu trouxe diversas vezes a história do rio que percorre o mundo antes de desaguar no oceano. O destino do rio é dissolver no oceano, mas mesmo depois de todos os esforços, de todos os atritos e desafios, quando ele se vê diante do oceano, ele olha para trás. E agora, se eu realmente me lançar no oceano? Eu vou deixar de ser quem eu sou? Eu vou enlouquecer? Ao mesmo tempo a coisa que você mais deseja que é desaparecer, é o que você mais teme. Esse é o grande paradoxo do caminho.

Porque estando consciente ou não, você deseja desaparecer porque essa idéia de eu é que gera sofrimento, competição e disputa. A idéia de eu é meu. A idéia de meu só existe porque tem a idéia de eu. Existe uma partícula de consciência objetiva que percebe isso e quer abrir mão dessa idéia de que é a geradora do sofrimento. Ao mesmo tempo, o que acontecerá se eu abrir mão dessa idéia?

Para uma melhor compreensão, vou trazer um exemplo mais objetivo. Suponhamos que essa idéia de eu se manifeste numa arrogância, aonde você obstinado em querer manter o seu ponto de vista, você sempre tem que ter a última palavra. Como é você abrir mão desse condicionamento? Pergunte-se o que sobra se você abrir mão desse comportamento. Isso é tudo que eu sou? Quando você está tomado pelo ciúme, por exemplo, você não consegue ir além porque nesse momento você é o ciúme. Você está vendo que esse ciúme está abrindo as portas do inferno. Você odeia ser ciumento, você quer se livrar desse ciúme, você quer que isso desapareça. Ao mesmo tempo se você abrir mão desse ciúme, o que sobra? Intelectualmente, você até acredita que sobrará a sua essência, mas no plano do sentir, você teme que, se abrir mão desse ciúme, não vai sobrar nada porque esse ciúme te dá uma referência de quem é você.

Esse é o grande paradoxo. O caminho espiritual é um trânsito do falso para o real; é um trânsito da imagem daquilo que você acredita que é, para aquilo que você realmente é. Mas, é claro que esse trânsito implica na desconstrução dessa imagem para que o real se manifeste.

O que você teme é essa desconstrução da sua imagem, porque a imagem precisa desaparecer para que a verdade de quem é você se revele. A imagem é como uma capa que encobre a verdade de quem é você.

Ao se aproximar do mestre espiritual, essa desconstrução começa. E você tem medo disso. Ao mesmo tempo, não há outro caminho. Porque a porta do céu é estreita, só passa você. Nenhum eu psicológico passa por ela. Nenhuma imagem passa por ela. O céu é uma metáfora para esse estado de graça que surge quando você se funde com o oceano; quando tem a coragem de se atirar no oceano. Assim é. Pouco a pouco todas as capas temporárias que foram criadas para se proteger deverão ser rasgadas. Todas as construções que não têm lastro na verdade precisam ser desconstruídas e isso não é um processo agradável.

E hoje eu posso fazer essa transmissão falando sobre esse assunto com profundidade porque, em algum grau você está passando por isso. O ano de 2010 foi realmente bastante exigente. Ontem mesmo com um grupo, eu estava me lembrando disso. Em 1995, quando eu ainda não havia ancorado a presença divina de Sri Prem Baba, mas já podia em alguns momentos canalizar a divindade que transmite sagrados ensinamentos; naquela época, eu anunciei que viria um tempo de grandes transformações e pude sinalizar o que aconteceria em cada ano com riqueza de detalhes. Isso vem acontecendo em gênero, número e grau e. Por que eu estou te lembrando disso? Para avivar a sua fé, para que você possa se sentir guiado, para que possa se sentir protegido. Assim você poderá compreender o jogo divino. Em 2002 eu trouxe uma canalização do raio dourado, do bem amado mestre Kuthumi, onde eu estava convocando os guerreiros do coração, os guerreiros da Lemúria, de Atlântida que estavam adormecidos para que pudessem acordar do seu sonho lúdico, resgatar suas armaduras e espadas para se preparar para a maior batalha já experienciada na vida humana. Nessa época alguns portais foram abertos na ilha de Chipre, Malta e Rodes no Egito, portais que estavam trazendo uma energia feminina para o Planeta. Eram portais guardados no oceano por muitos milênios, protegidos pelos golfinhos e baleias. Esses portais foram acordados para trazer a energia feminina que possibilitaria o despertar desses guerreiros.

Em 2007, toda a passagem de ano trazia uma mensagem que anunciaria a direção do trabalho do ano seguinte. Então eu falei: Até agora nós estávamos somente nos preparando, o trabalho vai começar a partir de 2008. A partir daí fomos numa evolução de um processo que vai até 2015. Em 2016 é que vai começar a estabilizar. Essa mudança está no ápice, ela acontece dentro. Você está recebendo ajudas para se tornar livre de crenças limitadoras, que te aprisionam no sofrimento. Enquanto houver um eu obstinado compactuado com o sofrimento, você vai se sentir apertado e às vezes esquartejado. Esse sentimento de desesperança que chegou a muitos esse ano, esse sentimento de achar que não vai chegar lá, que não tem forças suficientes, que vai morrer na praia; essa onda de falta de fé que passou por você é um sintoma dessa purificação. É porque ainda existe esse eu obstinado compactuado com o sofrimento. Então, eu estou falando de um processo que tem uma contraparte física e energética. Você sente isso no seu corpo, inclusive esse foi um ano em que muitas doenças vieram à tona, tanto físicas como psíquicas. Houve muitas crises, perturbações, muitos conflitos. Eles vieram na medida do seu apego ao sofrimento.

Então, na hora em que você começa a se aproximar do mestre e recebe esse fluxo de energia para dissolver as crenças e condicionamentos, você tenta fugir para tentar manter a sua identificação que te dá uma sensação de segurança. Nessa hora você não quer nem ver o mestre, você não quer saber de espiritualidade. Às vezes você se coloca contra o mestre e não sabem nem porquê. Você apenas sente um distanciamento, um esfriamento da sua devoção. Às vezes, você tem impulsos de raiva e nem sabe porquê. Porque o mestre está canalizando essa energia que está dissolvendo a sua falsa identidade, que é o que você precisa e ardentemente deseja e, ao mesmo tempo, teme profundamente.

Esses são desafios do caminho iniciático. Isso vai acontecendo naturalmente na vida de toda a entidade humana que está encarnada nesse planeta. Você chega aqui e vai amadurecendo, vai expandindo a consciência, pouco a pouco, utilizando diversos instrumentos para possibilitar essa expansão. Você utiliza muitos materiais de escola que possibilitam a purificação dos condicionamentos, crenças e idéias de quem é você. Eu estou falando de terapias, relacionamentos e todas as possibilidades que existem nesse mundo que te ajudam a lidar com seus sentimentos e a suportar a frustração, ou seja, suportar a vida. Assim você vai pouco a pouco expandindo a consciência até que você se vê diante do portal que é um mestre vivo. Se um mestre vivo realmente coloca a graça dele sobre você, significa que sua emancipação está próxima, porque o mestre vivo é um portal para a iluminação e é por isso que esse encontro é tão difícil. De milhares que buscam, um encontra. Dos milhares que encontram, apenas um passa pelo portal. Assim tem sido. Esse período está trazendo uma mudança e essa mudança justamente possibilita que cada vez mais pessoas possam passar pelo portal. Está havendo uma mutação genética. As glândulas pineais estão recebendo mais coeficiente de luz. Por isso alguns sintomas inexplicáveis inclusive. Isso para que você possa aproveitar essa chance de atravessar esse portal e poder conectar o seu coração com o coração do mestre. Para que a sua mente se funda com a mente do mestre. Se você se conecta com uma mente liberada, a sua mente se libera. Se você conecta o seu coração com um coração liberado, seu coração se liberta. Essa é a técnica mais simples possível. Simples na forma, mas é a mais difícil de realizar se você obviamente ainda carrega muito medo de desaparecer. Se você chegou nesse estágio de poder estabelecer essa conexão, nada mais é necessário. Talvez algumas disciplinas sejam úteis para ajudar a desenvolver a sua concentração, por exemplo, mas não é o mais importante. Porque a conexão possibilita a transmissão da graça e a graça possibilita o milagre. Tudo é possível.

Qual é a diferença entre verdade e realidade? Nenhuma. A verdade é a realidade. A realidade que eu chamo de “realidade objetiva”. Às vezes eu chamo de realidade espiritual. Porque os nossos sentidos são muito limitados para perceber a realidade. A mente condicionada distorce a percepção e isso faz com que você veja a realidade subjetivamente. Subjetividade é talvez meia verdade, quando não, completa mentira. Então, quando você pode descondicionar a mente, você tem acesso à realidade que é a verdade. Esse é o significado de Sachcha, a verdade irrefutável. É o que sobra quando você remove todos os conceitos, os preconceitos, idéias e pensamentos sobre a realidade. Isso é realidade, isso é verdade.

PERGUNTA: Então, eu gostaria de saber quem não pode ir para a Índia e conviver com o senhor por alguns meses, qual é a chance disso acontecer em são Paulo?

PREM BABA: Eu estou em todos os lugares, eu não sou esse corpo. Eu uso esse corpo para me mover porque minha missão é aqui nesse plano, por isso eu utilizo o corpo, mas eu não sou o corpo. Então, se você conecta o seu coração com o meu coração, eu estarei aqui com você. E quando realmente se fizer necessária a aproximação física do mestre para poder catalisar seus processos de purificação e elevação, você vai receber ajuda para que isso se materialize. Se você estabelece a conexão, você recebe tudo que precisa, na hora em que precisa.

Para aqueles que têm dificuldade de estabelecer essa conexão, porque tem muitas camadas de forças opositivas trabalhando no sistema, eu tenho recomendado a prática do Gayatri mantra. Se você não conhece, comece a se aproximar. Consiga uma gravação que lhe agrade. Tem uma que eu estou cantando o Gayatri 108 vezes. É bem fácil e simples e disponível para quem quiser. Procure ouvir todos os dias um pouquinho. A gravação são quatro blocos de 27 vezes. Comece ouvindo um bloco desses que vai utilizar cinco minutos do seu tempo. E mais cinco minutos para você relaxar e receber as vibrações do mantra no seu sistema. Essa é uma forma de você se aproximar. Aos poucos, quem sabe, você pode ser iniciado nesse mantra e aprender a vocalizá-lo. Mesmo que você não conheça muito sobre ele, o seu significado e poder, ele vai agir sobre você. Isso é matemático porque é o poder do fonema sobre o seu sistema físico e só acontece devido à ressonância sonora. Quando você compreende o significado e vocaliza conscientemente, o mantra se transforma numa oração e vai trazer cada vez mais benefícios para o seu processo evolutivo.

Quando eu trago a verdade de uma forma tão nua como estou fazendo hoje, é claro que as mentes mais céticas atuam com alguns questionamentos: “Será que isso é verdade? Quer dizer que tenho que entregar para ele? Será que ele é iluminado mesmo? Será que eu tenho que conectar com ele mesmo?” Faça um teste. O que você tem a perder? Experimente por alguns dias. 21 é um número bonito. (risos) Se alguma coisa não começar a acontecer, estenda por 40 dias. Se nada acontecer nesse período, esqueça. Mas, se acontecer, tenha a coragem de me encarar e chegar perto. Tenha a coragem de suportar o meu amor por você. Tenha coragem de suportar o meu desejo sincero de que você acorde. Chegou a hora de você aprender a sustentar o êxtase.

Então, meus amados amigos, eu tenho dito que as palavras são somente elementos de um jogo divino, porque o que estou transmitindo está entre as palavras. E o que estou transmitindo entre as palavras são bênçãos. Benção é um desejo sincero de que o outro seja feliz. Essa é a benção que emana de mim. Entre as palavras passa uma reza por mim. Eu estou rezando para que você seja feliz, para que você esteja em paz. Que a existência possa suprir todas as suas necessidades. Que você possa se realizar em Deus. Que você possa se realizar no amor, que você possa abrir o seu coração e possa erradicar da sua alma todo o medo e todo o ódio. Que você possa amar o seu irmão desinteressadamente. E que possa reconhecer com o mais profundo da sua essência que o seu irmão é a sua luz nesse mundo de ilusão. Que haja fim no jogo do sofrimento e que o jogo da alegria seja iluminado. Que o perdão e a gratidão iluminem o seu amor e que o amor ilumine a liberdade. Que você possa realizar o seu destino. Que a gota se dissolva no oceano. No oceano do amor.

Então, para completar essa transmissão eu vou oferecer um prasad (benção na forma de alimento). Vou também abrir um espaço para aqueles que quiserem chegar perto de mim fisicamente, desde que seja rápido. Eu quero explicar um pouco isso. Na índia é muito comum chegar perto do mestre, tocar nos seus pés e levar as mãos à testa, mas aqui no ocidente isso pode ser visto como algo humilhante. Porque eu vou me humilhar a um homem? Para começar eu não sou um homem, eu sou um ser divino que age através desse corpo. Essa prática que se chama pranam é uma prática científica porque um ser acordado está recebendo energia do alto e está jorrando pelos pés. Ai quando você coloca suas testa nos pés do guru você está estimulando o seu chakra com essa energia. É também uma forma de reverência. Não há o menor sentido em eu querer que você se humilhe diante de mim porque - quem sou eu? Eu estou sentado nessa cadeira porque o amor veio morar no meu coração. Somos diferentes por fora, não por dentro. Se não há cadeira eu sento no chão, não tem problema.

São essas camadas, essas imagens que fazem você se sentir separado de mim. Eu estou trabalhando para justamente derrubar essas barreiras. Eu quero que você acorde e veja que eu e você somos um. Eu quero que você se sente aqui do meu lado e que possa também receber outras pessoas que estão precisando depositar o seu sofrimento aos seus pés, e transformar tudo em luz e amor. Essa missão de acordar Deus em tudo e todos não é uma missão de um só. Cada vez mais seres estarão despertando no mundo todo. Enquanto você não desperta completamente, se firme no seu sadhana. Conecte seu coração no coração do seu mestre e não se conecte absolutamente com nada. Se é que você já pode reconhecer que o mestre é a porta. Se não pode, tudo bem siga no seu próprio ritmo. Vamos sofrer mais um pouquinho, tudo bem. (risos) Está tudo certo, às vezes você precisa sofrer mais um pouquinho até que o seu tempo chegue.

Que a luz do amor e da sabedoria possa iluminar o seu caminho.

Ate o nosso próximo encontro.

NAMASTE

Satsang - Espaço Hakka - 12/12/2010


SACHCHA MISSION - O CAMINHO DO CORAÇÃO


Sachcha Mission Ashram - Nazaré Paulista - SP

Fone: (55) (11) 4597.1958 - www.prembaba.org.br








Estupidez

Em qualquer circunstância, a "estupidez" é uma "doença" curável.
Não é uma situação a ser suportada com resignação; é um problema social que pode ser combatido...
O gênio é raro porque os meios para nos tornarmos um não estão a alcance de todos.
O "gênio" não deve ser visto como uma pessoa dotada de faculdades extraordinárias.

Um gênio não é um super homem.
É um homem ou uma mulher normal.
Nós, os outros, é que somos infranormais.
Somos chamados para atingirmos o nível dos gênios.
E, no futuro, superá-lo.
A exceção de hoje será a regra de amanhã.
A inteligência é apenas natural.
A estupidez requer explicação.

Luis Machado
em The Right to Be Intelligent.

Gayatri



OM BHUR BHUVAH SVAH

TAT SAVITUR VARENYAM

BHARGO DEVASYA DHIMAHI

DHIYO YONAH PRACHODAYAT

Esse mantra deve ser praticado diariamente. Uma forte proteção para esses tempos de transição.

Namastê!

A Sabedoria Amorosa de Prem Baba

Quando cheguei ao Espaço Hakka, logo por volta das 16:00, os devotos de Sri Prem Baba já estavam entoando seus cânticos sagrados.

Desde à entrada a energia amorosa estava presente dos gestos dos organizadores e/ou voluntários do evento.

Entrei em sintonia e percebi de imediato um Grande Campo de Energia Amorosa estabelecendo-se como uma Egregóra de Luz.

Fiquei em Meditação e logo comecei a sentir um estado de expansão de consciência.

Logo que Sri Prem Baba chegou, todos ficaram em pé.

Seguiu-se um tempo com os cânticos e o silêncio que precedeu os ensinamentos. Que começou com uma pergunta de um discipulo à Sri Prem Baba.

Foi  uma riqueza de ensinamentos. Verdades que alcançaram profundamente meu entendimento interior sobre o caminho da iluminação, o amor, maestria e a sabedoria.

Foi um bálsamo.

Aqui segue um pequeno video que gravei em baixa resolução do momento da Benção de Sri Prem Baba.

Sri Prem Baba, disse que devemos entoar constantemente o Mantra Gayatri, pois esse mantra tem uma poderosa ação contra as investidas das energias negativas, seres, demandas e toda a sorte de vibrações negativas.

Você poderá ouvir o Mantra Gayatri na Página de Sri Prem Baba em Bhajans

Em Anjos de Luz você encontra uma explicação detalhada sobre o mantra Gayatri, click aqui

Agora, eu pessoalmente gosto muito do Mantra Gayatri cantado por Sathya Sai Baba. Veja o Video, aqui.Namastê
Cida Medeiros 

Expiação

Falando um pouco mais sobre a Consciência Pessoal, vou abrir um tópico sobre a questão da Má Consciência e a necessidade de expiação.

Quando estamos em má consciência, com alguém ou alguma coisa, naturalmente temos a necessidade de expiar a fim de compensar e com isso equilibramos o sistema.

O que é a má Consciência segundo Bert Hellinger?

Aqui diz respeito a conceituação segundo o modelo de conhecimento da visão sistêmica utilizado na abordagem das Constelações que envolvem o Amor do Espírito, que tem como base as diversas consciências. E uma delas é a Consciência Pessoal, onde o limite do amor se expressa de uma forma estreita e limitada, pois é um amor condicionado.

Essa consciência pessoal atinge principalmente a criança, pela necessidade de sobrevivência e pertencimento naquele sistema.

A criança para ser amada, aceita, pertencer e receber nutrição, descobre que precisa estar de acordo com a as formas de pensamento e comportamento exigidas pelo meio em que se encontra.

Os valores daquela família. A família em que ela está sendo criada ou porque nasceu nela, ou porque foi adotada. E aqui pode ser a família "instituição" também, quando a criança é abandonada em uma.

A criança, descobre logo cedo, que essa Consciência Pessoal é excludente. Exclui e avalia como melhores e piores outras "Consciências Pessoais". Por exemplo: Famílias em relação a outras famílias que são diferentes, que adotam costumes, que herdam outros valores e praticam outros tipos de comportamento diferente dos seus.  Por isso ser a "Consciência Pessoal" limitada, pois tem um alcance limitado, só adota para si aquilo que é valorizado por seu núcleo familiar. Pois teme ser excluída se não seguir seus "costumes".

Por exemplo, se uma criança nasce numa família católica e aprende certos valores desde pequena,  logo se a família acredita ser melhor, mais certa, com mais direito a pertencer, de uma tradição onde pertence a uma certa "maioria", a criança começa esse senso de discriminação, pois percebe que quando se aproxima da família vizinha que é mais pobre, negra e que prática uma religiosidade diferente, ela sentirá o "clima" da exclusão.

Essa criança perceberá, através dessa "Consciência Pessoal", que se andar com a amiguinha dessa família vizinha, será punida por seus familiares ou mesmo por essa maioria, semelhante à sua família.  Com medo de ser excluída como seus vizinhos o são da grande maioria, ela teme ser excluída. Se por acaso essa criança se rebela e cria laços de amizade com alguém dessa família, sem perceber, de modo inconsciente ele se sente em má consciência com seu núcleo familiar.

Isso, quando ela não é tacitamente proibida de manter um vinculo com essa família. Então, resulta que ela tem que fazer uma escolha, entre, excluir ou ser excluída.

Por isso, essa Boa e Má consciência é relativa e limitada.

Por isso, Bert, diz que a consciência pessoal tem uma forte influência na vida de todos nós, mais é uma consciência que colabora para o conflito, para a exclusão e para a Guerra entre povos e culturas.

Se essa criança segue numa educação que reafirma o preconceito e a exclusão, gera adultos que serão agentes da Guerra, do Conflito, da desordem social e do descumprimento dos Direitos Humanos e da Cidadania Planetária.

Façam uma reflexão sobre isso.

Pois essa é a memória que sua Criança interior pode estar carregando. E precisamos olhar para isso, para vencer a influência oculta da Consciência Pessoal, por que ela pode ser boa, mais é excludente, por vir de nossa criança interior, da memória da infância, ela pode ser absurdamente cega e causar-nos um mal tremendo na vida adulta. Pois ela causa conflitos e distância a pessoa de si mesma e dos outros e daquilo que Bert chama do Amor  do Espírito.

Existem outras coisas relativas a Consciência Pessoal. Aqui cito algumas.

Estar em boa consciência com seu núcleo familiar, que possuem certos valores entre o que é certo ou errado, pode entrar em conflito com a Consciência Coletiva.

Que não julga entre certo ou errado, entre melhores e piores, entre os que possuem mais direito a pertencer do que outros que são julgados pela "minoria", ou pelo mais poderoso, numeroso, rico, ou influente.

Por isso, Bert insiste em dizer que a Paz começa na alma. E eu diria, na desendentificação desses rígidos padrões familiares, das memórias da nossa criança interior, para alçar o voo, para uma humanidade mais evoluída.

Essa Consciência Coletiva age de modo diferente para que a harmonia possa se estabelecer num nível de amor mais amplo, onde todos tem o direito de pertencer independente de sua escolhas pessoais.

Isso recai de diversas  formas dentro dessa "Consciência Pessoal". Você pode estar em boa consciência com seu núcleo familiar com costumes e padrões rígidos de comportamento moral, mais pode estar totalmente distanciado de uma Cultura de Paz, por exemplo. Ser penalizado e punido, ao julgar a minoria, a discriminar, a excluir, indo contra os Direitos Humanos, por exemplo. E até em casos extremos de descontrole emocional, envolver-se num crime de discriminação social. Julgando Homossexuais, Negros, Judeus, e pessoas que seguem outra prática religiosa por exemplo.

Já aconteceu de você causar um grande sofrimento a uma pessoa e sofrer também por conta disso?

Esse é um outro nível onde atua a Consciência Pessoal.

Bert Hellinger, chama isso de movimento da consciência, atribui a uma necessidade sistêmica compensatória de sofrer também a fim de expiar. Depois do sofrimento, vem a boa consciência e ficamos novamente liberados do acontecido.

Ele diz, que através desse sofrimento, o outro já não se sente tão sozinho em seu sofrimento.

Mas Bert Hellinger, chama esse amor, de um amor cego, um amor infantil e um amor instintivo.

Não é um amor adulto, equilibrado ou mesmo saudável.

Para que exista equilíbrio entre as "consciências" em uma relação e todos fiquem em "boa consciência",
é necessário um equilíbrio entre o dar e tomar e entre o ganho e a perda.

Bert diz, que quando recebemos algo sem dar nada em troca, ficamos em má consciência e logo sentimos culpa. 

A necessidade de expiação é algo milenar, está presente em algumas culturas arcaicas.

Antes de se tomar consciência e ter uma atitude auto-responsável e perceptível do que ocorre no inconsciente a pessoa navega nos mares da culpa ou ocorre em conflitos entre agressores e vitimas e pode estar ferindo a ética da cidadania.

Você está expiando algo e não sabe?

Carrega algum sentimento de culpa?

Sabota suas realizações?

Exclui pessoas que são diferentes?

Colabora em disseminar a má palavra? A destruir a reputação de alguém? Em nome de um ideal?

Eis a reflexão do momento.
Abraços
Cida Medeiros

Constelação Familiar com Cida Medeiros na Paz Géia

Esse será o ultimo encontro da Jornada de Cura através da Constelação Familiar na Paz Géia nesse ano de 2010. Quem não conhece essa vivência, eis a oportunidade. Faça já sua inscrição.

Será no Sábado posterior ao tradicional Jantar da Paz Geia que acontece agora dia 11.12.10. Veja mais...

Depois a Paz Géia irá encerrar as atividades com o Solstício de Verão e Lua Cheia com Carminha Levy e a Sacerdotisa da Lua Angela Dhoghetti, na terça feira dia 21.12.10 as 20 hs.


O Ano que vem retomamos nossos encontros aos Sábados no mesmo Horário.

Teremos a continuidade de nossos encontros na Paz Géia depois da vivência da Celebração dos Reis Magos, que é uma atividade anual dirigida pela Silvia Brezzi. Vale a pena participar desse ritual. Ele abre o ano da Paz Géia na força e na riqueza dos Três Reis Magos.

Na sequência eu volto no dia 08 de Janeiro de 2011.

Vou sugerir que leiam o seguinte Post: Meditação das 12 Noites Santas

Click na Imagem para ampliá-la

Simplicidade


Recebi esse pensamento e resolvi partilhar aqui com vocês.

Enquanto a minha inspiração está de viagem...
  


Pessoas com simplicidade e humildade:



  • aceitam pontos de vista divergentes sem se perturbar;
  • cooperam com os outros de forma natural;
  • são queridas por todos;
  • enfrentam as situações facilmente;
  • evitam pensamentos inúteis e criam pensamentos elevados;
  • são limpas e claras mentalmente;
  • são verdadeiras, flexíveis e honestas;
  • aplicam um freio nos pensamentos desgovernados;
  • não evitam ninguém porque cultivam sua própria paz interior;
  • agem com naturalidade e apreciam a sua liberdade.”
Surendram

Significado do Aloha

O Espírito de Aloha 

A Filosofia de Aloha

  • KALA –Não existem limites
  • Makia – Para onde for a atenção, para lá fluirá a energia.
  • Manawa - O momento do Poder é agora!
  • Aloha – Amar é estar feliz com
  • Mana – Todo o Poder vêm do seu Interior
  • Pono – A verdade é medida por sua efetividade


  • O ESPÍRITO DE ALOHA é uma referência bem conhecida à atitude de aceitação amigável pela qual as Ilhas Havaianas são tão famosas. Entretanto, ele também se refere a uma forma poderosa de resolver qualquer problema, atingir qualquer objetivo e também para atingir um estado mental ou corporal desejado.

    Na linguagem Havaiana, ALOHA representa mais que simplesmente “alô” ou “como vai?

    Seu significado mais profundo é “a alegria (oha) da repartição (alo) de energia vital (há) no presente (alo).

    À medida que você compartilha essa energia, você se sintoniza com o Poder Divino que os havaianos chamam de Mana.

    E o uso amoroso desse incrível poder é o segredo para obter saúde, alegria, prosperidade e sucesso verdadeiros.

    Esta é a técnica mais poderosa do mundo e apesar de ser extremamente simples, pode não ser fácil. Porque você deve se lembrar de empregá-la e você deve fazer isto constantemente.

    Este é um segredo que tem sido proporcionado à humanidade muitas vezes antes, e aqui mais uma vez de uma forma diferente.

    O segredo é:

    Abençoe a tudo e a todos que representam o que você quer!

    Essa é uma das formas mais luminosas de gerar luz no mundo.
    Ao invés de sentir inveja, ciúmes, menos valia, mude sua atitude mental e abençoe.

    Isto é tudo!

    E se souber fazer isso frequentemente você mudará seu padrão mental e vibracional. Irá atrair bençãos em forma de oportunidades em sua vida.

    Qualquer coisa que seja tão simples, entretanto, requer maiores explicações.

    Abençoar alguma coisa significativa reconhecer ou enfatizar sua qualidade positiva, com a intenção de que o que é reconhecido ou enfatizado irá aumentar, persistir ou se realizar.

    A bênção é eficiente para mudar sua vida ou para obter o que você quer por três razões:

    Primeiro, o enfoque positivo de sua mente sintoniza a força criativa e positiva do poder.

    Segundo, ela move sua própria energia para fora, permitindo que mais Poder venha para você.

    Terceiro, quando você abençoa para o beneficio de outros ao invés de diretamente para você mesmo, você tende a contornar qualquer medo subconsciente a respeito do que você quer para você mesmo, e também o foco verdadeiro de sua benção aumenta o mesmo bem em sua vida.

    O que é tão bonito a respeito desse processo é que a benção que você proporciona aos outros ajuda a eles tanto quanto a você mesmo.

    A bênção pode ser feita com uma imagem ou pelo toque, mas a forma mais comum e fácil é aquela com simples palavras.

    O tipos principais de benção são:

    ADMIRAÇÃO Esta é elogiar ou admirar alguma coisa boa que você note: Ex.: “que belo alvorecer; Eu gosto desse vestido; Você é tão inteligente, etc, etc.”


    AFIRMAÇÃO
    – Esse é uma declaração específica para aumentar ou persistir alguma coisa: Ex: “Eu abençoa a beleza dessa árvore; abençoada seja a saúde no seu corpo, etc...

    APRECIAÇÃO
    – Esta é uma expressão de agradecimento de que algo de bom existe ou aconteceu: “Obrigado, meu Deus, por me ajudar; Eu agradeço a chuva que fertiliza o solo”...

    ANTECIPAÇÃO –
    Esta é a bênção para o futuro. Ex.: “Nós vamos ter uma excelente reunião, Obrigado por nossa perfeita associação; Eu desejo a você uma boa viagem; Possa o vento soprar sempre às suas costas.


    A fim de obter os maiores benefícios de sua bênção, você deverá evitar ou abandonar completamente uma coisa que nega a benção: a maldição!

    Isto não significa praguejar ou dizer palavrões. Referimo-nos ao lado oposto à benção, isto é, criticar ao invés de admirar; duvidar ao invés de afirmar; culpar ao invés de apreciar; preocupar-se ao invés de antecipar-se em confiança.

    Quando qualquer uma dessas coisas é feita, tende a cancelar alguns dos aspectos da benção. 

    Assim, quanto mais você amaldiçoar, mais tempo irá demandar e mais difícil será para obter o lado bom da bênção. Por outro lado, quanto mais você abençoar, menos mal qualquer maldição lhe proporcionará.

    Aqui, então, vão algumas das idéias para bênção referentes a vários desejos e necessidades:

    SAÚDE – Abençoa pessoas saudáveis, animais e mesmo plantas; tudo que seja bem feito e bem construído, e tudo que expresse energia abundante.

    FELICIDADE – Abençoe tudo que seja bom, ou o bem que existem em todas as pessoas e em todas as coisas; todos os sinais de felicidade que você veja, ouça ou sinta nas pessoas ou animais; e todos os potenciais para a felicidade que você perceba em seu redor.

    PROSPERIDADE –
    Abençoe todos os sinais de prosperidade em seu ambiente, incluindo tudo que o dinheiro ajudou a construir ou fazer, todo o dinheiro que você tenha em qualquer forma, e todo o dinheiro que circula no mundo;

    SUCESSO
    – Abençoe todos os sinais de sucesso e completude (tais como edifícios, pontes ou ventos esportivos); todas as chegadas ao destino (de navios, aviões, trens, carros, ou pessoas) todos os sinais de movimento para frente ou persistência, todos os sinais de alegria ou divertimento.

    CONFIANÇA – Abençoes todos os sinais de confiança das pessoas e dos animais; todos os sinais de força nas pessoas, animais e objetos (incluindo os de aço e concreto); todos os sinais de estabilidade (tais como montanhas ou árvores altas) e todos os sinais de poder proposital ( incluindo grandes máquinas, linhas de energia, etc.)

    AMOR E AMIZADE – Abençoe todos os sinais de carinho e aconchego, compaixão e apoio; todas as relações harmoniosas na natureza e na arquitetura; tudo que esteja conectado ou gentilmente toque alguma outra coisa; todos os sinais de cooperação tal como nos jogos ou no trabalho, e todos os sinais de riso e divertimento.

    PAZ INTERIOR – Abençoe todos os sinais de quietude, calma, tranqüilidade e serenidade (tais como as águas calmas ou o ar parado); todas as paisagens distantes (horizontes, a lua, as estrelas); todos os sinais de beleza de visão, sons e toques, cores e formas claras, os detalhes de objetos naturais ou artificiais.

    CRESCIMENTO ESPIRITUAL - Abençoe todos os sinais de crescimento, desenvolvimento e mudança na natureza, as transições do alvorecer e do poente, o movimento do Sol, da Lua, dos Planetas e das Estrelas,o vôo dos pássaros no céu e o movimento dos ventos e do mar.

    As idéias anteriores são destinadas à sua orientação, se você por acaso não estiver habituado a abençoar, mas não se limite a elas. Lembre-se de que qualquer qualidade, característica ou condição podem ser abençoadas, quer tenham, existido, existam ou venham a existir apenas em sua imaginação. Pessoalmente, eu tenho usado o poder de abençoar para curar o meu corpo, aumentar os meus rendimentos, desenvolver muitas habilidades, criar uma relação amorosa com minha esposa e filhos e para estabelecer uma rede mundial de defensoras da paz trabalhando com o ESPÍRITO DE ALOHA. Em virtude disso haver funcionado tão bem comigo, eu quero compartilhar isso com outras pessoas.

    COMO AUMENTAR O SEU PODER DE ABENÇOAR

    Existe uma técnica praticada pelos Shamans Havaianos que aumenta seu poder de abençoar pelo aumento de sua energia pessoal.
    É uma maneira simples de respirar que é também usada para aterrar, centrar, meditar e curar. Não requer qualquer local especial ou postura, e pode ser feita enquanto nos movemos ou estamos parados, ocupados ou descansando, com nossos olhos abertos ou fechados.
    Em Havaiano, essa técnica é chamada PIKOPIKO porque piko significa tanto a coroa da cabeça quanto o umbigo.

    A TÉCNICA

    · Perceba sua respiração natural. Ela pode mudar por si mesma devido à sua percepção, mas tudo bem.
    · Localize a coroa de sua cabeça e seu umbigo pela percepção e/ou pelo toque;
    · Agora, enquanto você inspira, focalize sua atenção em sua coroa; e, enquanto você expira, focalize sua atenção em seu umbigo. Mantenha-se respirando assim por tanto tempo quanto queira.
    · Quando você se sentir relaxado, centrado e/ou energizado, comece a imaginar que você está cercado por uma nuvem invisível de luz ou por um campo eletromagnético, e que sua respiração aumenta a energia dessa nuvem ou campo.
    · À medida que você abençoa, imagine que o objeto de sua benção está circundado com uma parte da mesma energia que circunda você.

    VARIAÇÕES

    1) Ao invés de coroa e umbigo, mude a sua atenção para o ombro ou para céu e terra;
    2) Para ajudar a focalizar o campo de energia, imagine-o colorido, como um tom ou acorde.


    Fonte: 
    Compilado por Serge Kahili King - Aloha Internacional
            Traduzido por Ojé Gigan Dê