Universidade de Stanford e Dalai Lama

Pesquisa e Educação, andam de mãos dadas, o CCAR, sobre Orientação Dr. Doty, professor do departamento de Neurociência da Universidade de Stanford, deu início a vários projetos que vão desde neuroeconomia, neurociência, exploração da linguagem mental, examinando a atividade neural durante a meditação de novos integrantes e adeptos do budismo, dentre outros, com vários integrantes, como psicologos, neurocientistas, e outros estudiosos.

A Missão desse Instituto é criar um ambiente multi-disciplinar onde o altruismo e a compaixão, praticas budistas possam ter uma consistente base cientifica.

Segundo o jornal, Las Tampas.it a Universidade de Stanford, recebeu uma grande soma de dinheiro de Dalai Lama para implantar um instituto de pesquisa e ensino interdisciplinares na compaixão e altruísmo: "O Centro de compaixão e altruísmo de Investigação e Educação (CCAR), representando os mais avançados neste campo emergente de estudos.

Agora a Universidade de Stanford, tem um centro de pesquisas financiados pelo Dalai Lama e outros filantropos para pesquisa das atividades neurologicas e o a linguagem da vida mental, em atividades meditativas.

Nos últimos anos, os aspectos pró-sociais do comportamento humano passaram a ser objecto de investigação científica na fronteira entre a evolução, a etologia, genética, neurociência, psicologia, filosofia, economia, sociologia. Empatia é a experiência por trás de todas as formas pelas quais passamos para outro. Empatia (literalmente "sentir") e compaixão (sofrer com) constituem um círculo emocional que se alimenta e é amplificada, tornando-se cada vez mais ricos e alcance universal da realidade a que temos acesso, incluindo todos os seres vivos, plantas os animais. É uma ampliação da consciência, ou, para citar o Dalai Lama, uma extensão de nossa mente.

Dalai Lama, premio Nobel da Paz em 1989, busca unir a ciencia e a espiritualidade como um caminho de maior esclarecimento à respeito dos beneficios de uma vida mais Espiritualizada.

Dalai Lama, sustenta a idéia que a mente mais compassiva, mais calmo e com mais empatia, é fundamental para uma vida feliz, que ele chama de ética secular. "

Vamos viver Compassivamente? E de modo Altruísta?

Cida Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.