Transtorno de Estresse Pós-Traumático

Na Revista Mente e Cérebro do mês de Abril foi publicado uma matéria importante sobre o Stress Pós Traumático.


O Tema do Artigo é "Caminhos para Curar o Trauma" de Nikolas Westerhoff e Ulrich Fromm Berger

Quem vivência situações de ameaça à vida, como acidente, abusos, sequestros, crime, catástrofe natural ou violência continua desenvolve o transtorno de Stress Pós Traumático (TEPT) e ficam sofrendo ainda por muito tempo com as lembranças. Medicamentos, psicoterapia e novos tratamentos podem ajudar a pessoa a superar essa dor.

É importante como relata os autores dessa matéria e que eu também concordo é postura que se deve ter diante da pessoa que sofre a violência.

É muito importante que a pessoa tenha seu espaço respeitado, possa ser ouvida e compreendida com empatia, isso ajuda a pessoa a recuperar-se.

Não é aconselhável terapias que busquem interpretar ou associar os eventos logo depois do ocorrido.

A Terapia mais indicada é aquela que o Terapeuta cuida de acompanhar a pessoa no sentido de compreende-la e ajudá-la a falar sobre o assunto respeitando toltamente o tempo interno da pessoa.

Uma Terapia em Sintonia com o Ser.

Eu indicaria florais, reiki, sessões de relaxamento, massagens e musicoterapia. Tratamentos alternativos, amorosos e de muito cuidado para que a pessoa possa recuperar-se dos danos sofridos.

Técnicas de Relaxamento ajudam muito, energizações e massagens.

Ajudam a pessoa a recuperar a auto-estima e ir lidando melhor com o ocorrido.

Cida Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.