A Confissão


Bert Hellinger fala algo muito significativo em seu livro: Para que o amor dê certo, sobre a questão da confissão das relações extra-conjugais.

Quando alguém comete uma falta dentro de um relacionamento, saindo com outra pessoa ou envolvendo-se com outro e confessa isso para o parceiro, existem duas situações que resulta, uma que é que ele tenta com isso transferir a responsabilidade do que aconteceu ao outro, fazendo-o muitas vezes se sentir culpado pelo que não deu certo, e com isso, o outro tem que carregar as consequências. A outra é que a pessoa não assume a responsabilidade pelo que fez e perda o oportunidade de crescimento e amadurecimento interno.

Isso destrói a relação. Segredos devem ficar guardados, também os deslizes.

A solução para quem trai e quer permanecer na relação é carregar as consequências sozinho. É melhor tentar compensar o parceiro de forma amorosa.

Bert Hellinger fala da fidelidade como resultado do amor.

Ele diz que é uma presunção querer guardar o outro para sempre, a pessoa inocente age como se tivesse o direito de preservar para sempre o outro, não amando-o, mais perseguindo-o.

A fidelidade só pode existir através do amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.