Orientações sobre o Stress

waterfall1.jpgHoje eu vou falar sobre o Stress.
Tudo que perturba a sua rotina pode causar stress.

As causas que levam ao stress são inúmeras, mais viver sobre pressão de algo que coloca em risco a sua sobrevivência, falta de dinheiro, dívidas, perdas, separações, mudanças abruptas, acidentes, decisões difíceis e morar em locais onde existe muita poluição sonora, auditiva e visual, contribui para que o organismo entre em colapso nervoso.

Entre esses que citei, existem alguns que são traumáticos, que causam mais danos a pessoa, normalmente experiências relacionadas à morte e as condições dessa morte em si podem gerar o "stress pós traumático". Desastres naturais, como esses que vemos nos noticiários onde as pessoas perdem tudo ou sofrem constantemente ameaças em seu meio ambiente. Ameaças de morte, dependência de pessoas agressivas, violência constante no lar, roubo, seqüestro e todo tipo de violência, estão entre os fatores que ocasionam muito stress e que resulta em trauma.

De modo geral as pessoas são resistentes ao stress, mais, o stress contínuo começa a afetar a memória e o organismo como todo e está relacionado com as seguintes causas de morte:

- doenças cardíacas

- câncer:

- doenças respiratórias,

- acidentes

- cirrose hepática

- suicídio

Sintomas de stress: Fadiga, irritabilidade, insônia, dores de cabeça e esquecimentos.

Pesquisas apontam que os três maiores fatores de stress são:

- Dinheiro

- Economia

- Trabalho

Porém eu vou incluir aqui as questões sociais e ambientais, a violência urbana e a falta de políticas públicas com foco na prevenção e na saúde, que resulta em péssimas condições de vida e o sedentarismo.

O stress desencadeia os transtornos de ansiedade.

Boa parte das pessoas vai ao médico buscando soluções para suas dores físicas, mas estudos apontam o stress como a causa fundamental.

Mas o stress tem tratamento, pode ser suavizado e muitas vezes prevenido.

Eu recomendo que a pessoa que identifica seus sintomas e reconhece que vive uma vida stressante, que procure tratamentos alternativos e comece a se cuidar.

belo.jpgComo por exemplo, massagem, yoga, meditação, terapia que inclua técnicas de relaxamento e corporais, vivencias juntos a natureza, banhos e muitos outros.

Temos consciência que boa parte da população vive em condições precárias, que a violência urbana é um drama, que a falta de planejamento urbano ocasiona o stress diário nos trânsitos de São Paulo, bem como os acidentes naturais, principalmente o que vemos em épocas de chuvas, sabemos que a maioria dos brasileiros não vivem, mais sim, sobrevivem.

Mesmo assim, orientamos aqueles que puderem que busquem ONGs, espaços que ofereças práticas gratuitas, ou mesmo profissionais que trabalham voluntariamente em parques e escolas para fazerem atividades que ajudem a relaxar e a compensar o stress da vida diária. Existem inúmeras atividades gratuitas é preciso procurar.

Aqueles mais afortunados, podem recorrer a tratamentos pagos que possibilitem e que podem incluir um cuidado maior com suas necessidades emocionais, espirituais e físicas.

Se você pode, e não procura prevenir as conseqüências de uma vida estressante, talvez precise analisar a raiz do problema como sendo uma baixa auto-estima, uma confiança abalada ou algum outro fator.

Procure ajuda.

Você é o melhor e mais importante empreendimento da vida, saiba disso.

E sobre tudo, tente compreender que você é o maior responsável pelo seu bem estar.

A iniciativa de buscar ajuda deve partir do seu próprio reconhecimento das condições em que se encontra.

E para isso é necessário que você pare um pouco e olhe para si mesmo.

Isso não é só um ato de amor próprio mais um dever de muita responsabilidade para previnir situações dramáticas para você, seus familiares e demais. Pois como vivemos em sociedade, todos são afetados.

Pois a doença,  é muito triste. É sempre um sofrimento e o pior é aquelas que deixa sequelas.

Então, é melhor prevenir do que remediar.

Esse texto é de minha autoria.

Portanto se utilizar sem fazer as devidas referências estará sendo penalizado pelas leis de direitos autorais.

Cida Medeiros
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.