Ancestralidade

Hoje no Curso Ancestralidade e Cultura Brasileira, promovido pela UMAPAZ, o Tema foi:

- Povos indígenas e conhecimento tradicional: as raízes de nossa cultura.

Com Edson Amodeo, Rose Marie Inojosa(Diretora da UMAPAZ) e participação de Ivone, responsável pelo Viveiro Manequinho Lopes .

A primeira reflexão foi à respeito da contribuição do Índio para Cultura Brasileira.



Pudemos perceber que são inúmeras, vou citar apenas algumas coisas:

Para os índios TUPÃ é o Grande Ser e Tupy é o nome dado a todos os Seres que para eles são como flautas, onde estão como instrumentos que podem deixar-se tocar pela presença do Grande SER (TUPAN) e deixar o sopro da criação Expressar em cada uma a sua bela melodia.

Por isso, para os índios, cada pessoa é um instrumento de TUPAN, que é o Grande SER.

Muito lindo isso, todo mundo gostou muito, dessa visão mítica do povo Tupy.

Para eles a flauta representa um instrumento que toca o sopro da criação.

Por isso, para os índios a palavra é sagrada. Anha Pora significa a boa palavra.

Na Cosmo Visão indígena é fundamental os quatro elementos, por ordem de importância temos a Terra, a Agua. o Fogo e o Ar.

Os índios também falam do Silêncio, que é o momento onde podem ouvir TUPAN, eles também tem o silencio como uma prática importante em sua cultura.

Podemos saber um pouco mais sobre Nação Lingüística e a distinção entre povos.

A herança cultural, nomes de cidades, instrumentos, musicas, ritmos, danças, técnicas de cura, a mitologia, linguagem e costumes dos povos nativos.

Ibirapuera significa Pau Antigo.
Tatuapé - Caminho dos Tatus
Itapecerica da Serra - Região das Pedras.

Aprendemos a cantar os sons provenientes de nossos nomes e dançar no ritmo em Tupy.

Depois fomos conhecer o Viveiro Manequinho Lopes, localizado junto ao Parque Ibirapuera:

Entramos no Viveiro e conhecemos várias espécies de plantas cultivadas, desde Urucum, alfazema e tantas outras e tivemos uma aula sobre a maioria delas, realizada por Ivone, que é responsável pelo cuidado dessa area.

Pude descobrir o motivo de tantas arvores, arbusto e herbáceas em vasos espalhados em grandes lotes ocupando uma grande área do Viveiro. Toda a planta que é retirada da cidade é mantida e cuidada lá, e está disponível para qualquer cidadão retirar e plantá-la. Tem todo um procedimento que eles orientam para quem quiser aproveitar as mudas e espalhar o verde por áreas urbanas. Você pode plantar desde o jardim de sua casa e até mesmo na calçada.

Por isso tem técnicos especializados que orientam como fazer.

Para saber mais entre no seguinte link: Viveiros

Saiba mais sobre o projeto de
* Histórico
* Programa de Manutenção de árvores consolidadas

Espalhe você também essa idéia. Conheça o O DEPAVE-2 que tem como função principal a produção de mudas de plantas destinadas aos plantios realizados nas áreas públicas municipais (Parques, Administrações Regionais, Escolas e demais unidades da PMSP), bem como promover a arborização e o ajardinamento de áreas da municipalidade. Desenvolve também pesquisa e experimentação visando o aprimoramento da produção. A divisão é constituída, no momento atual, por 3 viveiros:
- Viveiro Manequinho Lopes, localizado junto ao Parque Ibirapuera: produção de herbáceas e arbustivas;
- Viveiro Arthur Etzel, localizado no Parque do Carmo: produção de herbáceas e arbustivas;
- Viveiro Harry Blossfeld, localizado no Parque Cemucam (cidade de Cotia): produção de exemplares arbóreos.

Plante esse idéia você também!

Cida Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo! Deixe aqui seu comentário.